fechar

♥ Mãe e Bebê

♥ Mãe e Bebê

Novidade!! Agora na Canto de Anjo tem Calçados Gambo!!

818-x-460-III

Uma marca Premium em sapatos infantis que são feitos 100% artesanal (a mão), em couros selecionados, com o diferencial na segurança, conforto e praticidade, agora na Canto de Anjo.

A Canto de Anjo sabe que trazer uma criança ao mundo é um momento único e especial. Por isso,  toda a equipe oferece tudo para que os papais vivam essa fase em plenitude com a chegada do novo bebê!

  • Possuem solados emborrachados e antiderrapantes, fazendo uma pisada correta e com segurança;
  • Nos cabedais, os cadarços foram substituídos por elásticos fixos, que aumentam o conforto e evitam o risco de tropeços e quedas por conta de cadarço desamarrado;
  • E por dentro, possuem forro e palmilha com absorção do suor, deixando os pés sempre sequinhos;
  • Os modelos possuem design conceitual e moderno, antenado as tendências do mercado infantil;

Para os meninos chegaram os sapatos em couro e para as meninas, as cores metalizadas, alem dos clássicos!! Um amor né?

Percebendo a carência do mercado com relação a calçados de alta qualidade em couro para bebês e também a crescente demanda de um público cada vez mais exigente, surge a ideia de conceber um produto 100% artesanal, com matéria-prima e características Premium.

A Gambo é admirada e reconhecida pelos consumidores como referência em conforto, qualidade e segurança, e possui três linhas:

LINHA NEWBORN -Desenvolvida para bebês recém-nascidos.

LINHA BABY – Para bebês de 0 a 2 anos, foi pensada levando-se em consideração os pezinhos em desenvolvimento e a preocupação com o conforto e a estabilidade nos primeiros passos.

LINHA TEEN – Para crianças acima de 5 anos, que já possuem estrutura óssea mais definida e precisam de um calçado específico para essa fase. A Linha Teen se identifica com um público jovem, moderno e antenado com as últimas tendências

DESIGN CONCEITUAL – A linha apresenta calçados com design conceitual e moderno, antenado as tendências do mercado infantil.

Este produto vocês encontram na Canto de Anjo.

☎️Qualquer dúvida, fotos e valores é só chamar no whats (69) 9 9251-4369, ou pelo o Instagram @cantodeanjo
📍A Canto de Anjo fica na Joaquim nabuco n° 2708 – Olaria
Ao lado da maternidade Regina Pacis
📞3229-5086
⏰O horário de atendimento: Seg a Sex. Das 08hrs às 18:15 e aos sábados das 08hrs as 13hrs.!

A Loja Canto de Anjo fica na rua Joaquim Nabuco, ao lado da maternidade Regina Pacis, em Porto Velho.

O telefone de lá é: 69-3229-5086. As lojas ficam abertas de segunda a sexta das 8h às 18h, e sábado até as 13hs.

Leia mais...
♥ Mãe e Bebê♥ Moda & Estilo

Kipling destaca linhas Small Flower e Sweet Flower

R$999,00 K1015360M CAMAMA (1)

Conhecida por unir estilo e funcionalidade, a Kipling é invadida por motivos florais e lança as linhas Small Flower e Sweet Flower. Pensada para renovar as cores de suas bolsas e acessórios, a novidade traz itens perfeitos para uma vida agitada em duas opções de estamparias exclusivas de delicadas flores.

Com uma extensa cartela de produtos, a Small Flower aposta em uma paleta de cores sóbrias, que mistura em seu fundo tons de azul, com a suavidade das pétalas vermelhas das flores – o que torna a linha ainda mais única.

O destaque da coleção é a Camama: uma bolsa para maternidade que se adapta ao look das mães. Funcional, conta com diversos compartimentos para guardar todos os acessórios que uma criança precisa no dia-a-dia, como fraldas e brinquedos. Seu maior diferencial é ter um trocador no bolso frontal. O modelo também acompanha acessórios como um porta mamadeiras térmico e um bolso porta chupetas. Suas alças carona permitem que ela seja acoplada no carrinho do bebê com muito conforto e segurança.

As flores da coleção também estampam a Youri Spin, mala estruturada ideal para viagens curtas. Com amplo espaço interno, ela possui vários bolsos para uma melhor organização. Resistente e com rodinhas 360º, garante a praticidade necessária em passeios. Ela tem o tamanho certo para ser levada como mala de bordo.

A linha Sweet Flower, com motivo mais fun, conta com o print floral em tons de coral e azul bem vibrantes no fundo branco e ilumina looks mais básicos de forma bem despretensiosa.  Entre os highlights, a linha traz a mini bag Teddy. Seus inúmeros bolsos e fechamento em velcro oferecem segurança e praticidade ao mesmo tempo em que compõem um look cheio de personalidade. Outra opção da linha é a indispensável Leike. Com sua alça transversal, é a bolsa pequena ideal para o cotidiano. Seus bolsos organizadores trazem espaço extra para quem precisa ter as coisas sempre à mão.

As linhas Small Flower e Sweet Flower já estão disponíveis nas lojas da Kipling espalhadas pelo Brasil e no e-commerce www.kipling.com.br.

Leia mais...
♥ Mãe e BebêThaís Lourenzzo

Ítens indispensáveis na Hora de montar o kit higiene do bebê

IMG_5660-1024×768

Toda mãe passa pelo ritual da compra do kit de higiene no primeiro enxoval, é uma fase deliciosa. Tem mãe que gosta de seguir listas, tem mãe que compra conforme for havendo necessidade de algum item e por aí vai… Hoje existem várias listas, algumas exageradas outras bem bacanas com o básico mesmo. Dizer o que realmente você vai precisar é de certa forma pretensioso. Então, a dica é sempre pesquisar, e seguir seu instinto materno.

Alguns itens são úteis para a maioria das mães, por facilitar o dia a dia na hora da troca de fraldas, banho e higiene do bebê, para os casos de resfriados, assaduras, febre, coceiras e outras coisinhas que podem surgir no bebê.

Ao nascer, o bebê precisa de cuidados e produtos específicos para a pele e cabelo de bebê. Não dá pra usar com ele o shampoo que você usa em você ou o hidratante do filho mais velho.

Reuni alguns produtos que uso aqui em casa e funcionou comigo. Dá uma olhada:

1. Cotonetes

Eles servem para realizar a limpeza do coto umbilical nos primeiros dias de vida e até que o umbigo caia. Também servem para limpar as orelhinhas, mas sempre com muito cuidado nesta região.

2. Algodão

Serve para praticamente todo tipo de limpeza nos primeiros meses de vida. Os médicos não recomendam usar lenços umedecidos em casa, apenas quando precisar trocar fraldas fora de casa, a pele do bebê ainda é muito sensível e os lencinhos podem irritar, por mais que na embalagem conste que não contem álcool, outras substancia pode causar assaduras.

Esses quadrados de algodão é uma outra opção para usar na limpeza, são práticos e fácil de levar, são mais caros do que a bolinha de algodão, testei e deu certo comigo.

3. Lencinhos umedecidos Pampers Sensitive

Eles são indicados para andar na sua bolsa e trocas de fraldas ocasionais fora de casa, eu gosto muito dos lencinhos da Pampers porque tem textura suave, não tem cheiro, e possui um bom custo benefício, comecei usar na Luísa após o terceiro mês, para limpar os pés, as mãos e a gente acaba usando em tudo, até comigo, para limpar as minhas mãos rsrsrs

4. Mini garrafa térmica

Uma mão na roda durante a troca de fraldas da madrugada, armazena a água morna para um ou dois dias de troca. Aquele pote serve para por a água e molhar o algodão, nos potinhos guardo algodão de bolinha e os cotonetes. Este kit higiene, é da Canto de Anjo, uma loja cheia de coisas lindas daqui de Porto Velho!

5. Trocador

Este é um item que uso muito, o trocador que tenho é um suporte que fica por cima da barra lateral do berço e nele coloco a almofada onde troco a bebê, ela é feita de uma espuma macia, e coberta por um plastico e sempre que suja ou uma vez por dia, eu limpo com um papel toalha e álcool, ele foi feito no ateliê da Canto de Anjo, assim como todo o enxoval da Luísa. Amo rosa, chevron e cinza, deu pra perceber né? rsrsrs

6. Luva e dedeira de higiene bucal para bebês:

Esta luva serve para fazer a higiene da gengiva do bebê após as mamadas, na fase em que os dentinhos começam a nascer eles também agradecem a “coçadinha” que ela faz! Você usa assim, sem nenhum tipo de pasta de dente e deve fazer desde os primeiros meses para evitar a formação de placa, tártaro e etc. A dedeira serve quando a boca do bebê é maior, lá pelos seis meses de vida.

7. Soro Fisiológico

Este produto é um grande aliado e também mil e uma utilidades. Uso na Luísa para limpar os olhos e o rosto quando acorda, molhando um pouco no algodão. Também serve para fazer inalação naqueles dias de tossinha, resfriados e tempo muito seco. Dica: Soro não deve ser armazenado na geladeira viu?

8. Alcool 70%

Uso para limpar o coto e o umbigo após o banho. Os hospitais costumam fornecer, mas você também encontra em farmácias. É bem baratinho e apenas 1 frasquinho é suficiente. Acho que paguei uns três reais nesse potinho aí.

9. Cortador de unhas e escova de cabelos

Eu prefiro o cortador de unhas ao invés da tesourinha. Esse kit é da Multikids Baby, é completo, vem com tudo que preciso e uso até hoje! A Luísa ainda está carequinha, ainda não usei o pente rsrsrs

10. Hidratante corporal

A pele dos bebês é muito fininha e por isso, precisam de um hidratante específico para as peles super delicadas. Você também vai perceber que a pele do bebê vai mudando com o passar dos dias, as vezes até descama, solta penugem, faz uma troca mesmo. Escolhi este hidratante da Natura.

11. Shampoo da cabeça aos pés Natura Mamãe e Bebê

Pra facilitar a hora do banho, os shampoos “da cabeça aos pés” são uma grande ajuda. Você não precisará de outro produto e as embalagens normalmente tem um sistema com tampa pump super facilitadora para o momento em que você só tem uma mão livre (a outra precisa estar segurando o bebê). Eu uso esses dois da Natura Mamãe e Bebê, um é para aquele banho antes de dormir.

12. Nosefrida

O Nosefrida é um acessório que permite que você sugue a “meleca” de nariz do bebê. Sem nojo, o acessório é uma espécie de mangueirinha que tem uma espuma/filtro que não deixa a “meleca” chegar na sua boca. Eu uso após o banho, quando a meleca fica molinha rsrsrs

13. Termômetro digital

Hoje em dia tem muitos termômetros digitais por aí, eu usei, uso e confio neste modelo prático. Ele mede a temperatura do ambiente também. Hoje no mercado podemos encontrar alguns modelos que avisam quando é febre ao atingir mais de 37,5 graus.

Não quis falar dos medicamentos, pois cada bebê tem as suas necessidades, e cada pediatra tem sua conduta e  NUNCA MEDIQUE O SEU BEBÊ SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA! Estes são os itens que eu usei e ainda uso aqui em casa, na hora de montar a sua farmacinha é sempre bom perguntar ao pediatra sobre os produtos e acessórios mais indicados e conforme o bebê for crescendo é bom manter a farmacinha longe do alcance das crianças, de preferência em local alto ou trancado, olhe sempre a validade dos remédios antes de usar, e quando for jogar fora, certifique de esvaziar os potes com líquidos e trancar bem o lixo!

As Lojas Canto de Anjo e Cegonha Baby ficam na rua Joaquim Nabuco, ao lado da maternidade Regina Pacis, em Porto Velho.

O telefone de lá é: 69-3229-5086. As lojas ficam abertas de segunda a sexta das 8h às 18h, e sábado até as 13hs.

E vocês, já montaram os seus kits de higiene? Me conta aí, o que não pode faltar?

Beijo beijo 

Leia mais...
♥ Mãe e BebêThaís Lourenzzo

ITENS INDISPENSÁVEIS PARA MIM DURANTE A AMAMENTAÇÃO

FullSizeRender

Meu Top 5 da amamentação! Espero ajudar algumas mães nesse momento que, para mim, na proporção que é prazeroso e lindo, é dolorido (mas só no começou, viu? ), e nem todo mundo sabe que dói!

Itens indispensáveis para mim nesse momento de início da amamentação:

 1- MAMARE: é um protetor de seios com gel que uso após as mamadas, serve para prevenir e tratar fissuras do mamilo. O bico do meu seio, não rachou, mas ficou muito dolorido e sensível, enquanto amamento, ele fica na geladeira, depois é só colar no mamilo e por o sutiã por cima, o alívio é imediato e relaxante, ainda passo bepantol derma pra ajudar!

2- BOMBA MANUAL TIRA LEITE: Meu leite levou dois dia para descer direito, inclusive o colostro, estimulava com a bombinha, e hoje nos intervalos das mamadas eu uso para aliviar as mamas, e auxiliar a ordenha manual também. Ela suga como uma ventosa e é necessário fazer massagens manuais para ajudar. Vende na @cantodeanjo

3- CONCHA PÓS PARTO BASE FLEXÍVEL: Facilita a amamentação por conta do coletor, quando uma mama é estimulada, a outra também sai leite, então, uso nas ocasiões onde o leite derrama muito, não durmo com a concha, e não passo o dia com ela. Lá no BLOG tem uma matéria bem completa explicando sobre o uso dessas conchas. Vende na @cantodeanjo e eu já falei sobre os tipos de concha neste post aqui

4- ALMOFADA PARA AMAMENTAÇÃO: Ajuda a diminuir o desconforto nos ombros e coluna durante a amamentação e sustenta o bebê. Com o tempo, o bebê ganha peso e a cada dia, fica mais difícil amamentar sem um suporte, fico com as mãos livres para dar carinho enquanto amamento. Também vende na Canto de Anjo, inclusive em outros tamanhos e na estampa do enxoval.

5-  BICO DE SILICONE: Cobrem  o mamilo e têm uma ponta projetada que fica dentro da boca do bebê durante a mamada. Ele ajuda a formar o bico de quem não tem, o bebê mama bem melhor, não larga tanto e mama com mais continuidade. Sem contar que o bebê continua sentindo o cheiro da mãe. ?

 

Para mim tem sido a realização de um sonho, o fechamento de um ciclo. Tive dois tumores em uma das mamas e amamentar olhando para a cicatriz da cirurgia me tornou mais forte e confiante! ?? Deus sabe o que faz!

E vocês? Como foram primeiros dias de amamentação? ❤️

Espero ter ajudado contando minha experiência nesses primeiros dias. Amando trocar dicas por aqui com vocês❤️

As Lojas Canto de Anjo e Cegonha Baby ficam na rua Joaquim Nabuco, ao lado da maternidade Regina Pacis, em Porto Velho.

O telefone de lá é: 69-3229-5086. As lojas ficam abertas de segunda a sexta das 8h às 18h, e sábado até as 13hs.

Beijo Beijo 

Leia mais...
♥ Mãe e BebêThaís Lourenzzo

Relato de mãe – Erica Vairich dá 17 dicas infalíveis para viajar com filhos!

WhatsApp Image 2017-05-30 at 15.14.23
Bangkok – Thailandia no templo do Buda de ouro

Oi mamães!! O post de hoje é super especial! É de uma mãe de dois bebês que ama viajar, isso mesmo! Eu aposto que esse tema é muito procurado por vocês, então pedi para a Érica nos ajudar nessa tarefa!! Ela sempre viaja com os filhos e já virou expert no assunto. Nós daqui de casa, ainda não tivemos essa experiência, mas nem por isso, vou deixar de dar esse help para as amigas né?

Então vamos lá:

“Eu e meu marido sempre amamos viajar e a chegada dos nossos babies não mudou isso, pelo contrário, queremos continuar sempre que possível levar os dois para conhecer os diversos lugares, culturas e pessoas que esse mundo tem. Minha primeira viagem para fora do Brasil com um bebê foi para Dubai e Abu Dhabi quando Valentina tinha 9 meses, depois fomos para o Chile ?? quando estava grávida (6 meses) do Matheus e Valentina tinha 1 ano e 3 meses, e na última fomos para Thailandia com Matheus com 5 meses e Valentina 2 anos.

Foram todas aventuras maravilhosas, claro que tivemos algumas dificuldades, mas nada que fosse impossível de resolver e afetasse nossa vontade de continuar viajando muito mais.

Abu Dhabi na grande mesquita

Se preparando para a viagem

Sempre é bom nos atentarmos para algumas coisas importantes viajado com filhos.

1- Assim que confirmar a compra da passagem a maioria das cias aéreas disponibiliza as primeiras cadeiras para famílias com bebês, mas é preciso ligar na cia aérea com antecedência e solicitar a marcação dos assentos. Eles também disponibilizam um berço (baby bassinet) para bebês com  até 11kg, é uma mão na roda porquê o bebe dorme super confortável.

2- Escolha se possível voos noturnos sem conexão ou com poucas, você e as crianças ficaram menos cansados assim;

3- Na escolha do hotel é importante perguntar se você poderá usar a cozinha ou se terá uma mini cozinha já no quarto e se eles disponibilizam berço;

4- Solicite o transfer do hotel para fazer o trajeto do aeroporto ao hotel, chegamos cansados da viagem de avião, e é muito melhor ter no aeroporto, um carro te esperando e se você avisar que está com bebê eles providenciam água, lenços úmidos e a cadeirinha para o bebê, na maioria das vezes;

5- Marque uma consulta com o pediatra antes da viagem, ele te dará uma lista com remédios que você deve levar em caso de necessidade (vomito, febre, diarreia, gripe etc…) Você deve levar a receita junto pois alguns países exigem;

6- Faça um excelente seguro saúde, gosto da Assist Card, pois eles têm planos no qual o médico vai até o seu hotel atender. Não confie em seguros do cartão de crédito, na maioria das vezes é super difícil para acionar, não economize nisso, é a saúde dos seus filhos, fora do Brasil pagar médicos particulares é muito mais caro

Dubai com o Burj Al Arab ao fundo

Fazendo as malas

7- Gosto de ser prática, é difícil sendo mãe, mas tente não levar muita coisa, algumas coisas como fraldas descartáveis, lata de leite, lenços umedecidos, papinhas prontas etc… Tem em todo lugar do mundo das mesmas marcas e até melhores do que tem aqui no Brasil, você não precisa levar muito desses itens.

8- Assim que chegar no destino veja um supermercado próximo e pronto, lá você vai achar tudo que encontraria aqui, acredite em mim.

9- Duas mudas de roupas por dia para as crianças, são suficientes. Na bagagem de mão leve as fraldas pra usar por dois dias por segurança, lenço, pomada para assadura, o que seu filho vai comer ou leite que vai mamar, e brinquedos para ajudar na distração durante o voo, sempre levo para minha filha maior, giz de cera e papel para pintar.

10- LEVE um carrinho guarda-chuva e um sling, leve os dois! Acredite, são sua salvação na hora da soneca.

No templo do gigante Buda deitado

 

Palácio Lá Moneda em Santiago

Durante voo

11- Já tive algumas experiências de voos bem longos SP-Dubai 15 horas direto, SP- Thailandia 22 horas (conexão em Abu Dhabi) pegue a dicas acima de voo noturno e o berço, eu amamento, então e mais prático porque o leite tá sempre pronto pra tomar,  e ajuda nos pousos e decolagens o bebe estar mamando para não irritar o ouvido (vale o mesmo pra mamadeira)

12- Ande pelo corredor do avião com seu bebê, ele vai detestar ficar parado no mesmo lugar e vai chorar, passeie muito mesmo, brinque com os outros passageiros e com a tripulação, todos amam um bebê que não está chorando.

Santiago vista de cima, passeio de teleférico

Programe seu roteiro

13- Não será sempre que você vai cumprir, mas é bom se programar, tenha em mente que você está com bebês pequenos, respeite as horas das sonecas e os deixe descansar, você deve ver a diferença de fuso para o país que você vai visitar e tente manter uma rotina semelhante à que você teria em casa, adaptada ao fuso do destino;

14- Hora do banho, hora da comida, hora da soneca… Seu bebe não ficará tão enjoado e você vai curtir mais a viagem. Tente na hora da soneca estar num local mais calmo, aí e só colocar o bebe no carrinho ou sling e pronto.

15- Se você tiver condições contrate um transfer para fazer seus passeios, ou alugue um carro pois é uma mega facilidade ter um carro como seu ponto de apoio deixando lá tudo o que você vai precisar em uma emergência.

Relógio de flores de Vina Del Mar, Chile

 

Visitando as vinícolas no interior do Chile com as cordilheiras dos Andes ao fundo

Alimentação dos bebês

16- Essa é uma das maiores dúvidas, mas é muito simples, para bebês que já comem sólidos, frutas e legumes né!? Isso tem em todo lugar do mundo, é só logo que chegar ao destino ir ao supermercado e comprar tudo o que seu filho habitualmente come, tem banana na Thailandia, tem manga rosa brasileira em Dubai, tem mamão no Chile… E digo mais, as frutas fora do Brasil são ainda mais bonitas e saborosas

17- Refeições como almoço e jantar peça um peixe ou carne com legumes bem cozidos nos restaurantes, amasse e voilà uma papinha deliciosa e fresca para seu babie. Não precisa dar uma de mamãe neurótica e estocar papinha na mala não. Relaxe, quando tiver fome seu bebe vai comer, e o melhor vai experimentar alimentos diferentes (minha filha ama damasco fresco, carne de carneiro graças a viagens).

Bom, as principais dicas são essas. Vale dizer que eu também sempre viajo com meus sogros que nos ajudam muito com as crianças, mas é claro que podem haver momentos de choro, sono e irritação, mas tudo isso acontece em casa também!  Mantenha a calma e tranquilidade, tenha em mente que viajando eles vão se distrair mais com tudo novo a sua volta e acabam se saindo muito melhor do que imaginamos, todo mundo gosta de passear, até os babies. Um beijo, Erica!”

Nossa! Esse post vale ouro hein? Partiu fazer as malas e viajar com as crianças!! Agora, olha só as fotos maravilhosas que ela coleciona:

Dubai no Burj Khalifa prédio mais alto do mundo

 

Com o Buda de ouro que pesa 3,5 toneladas de ouro maciço

 

Em Ching Mai no interior norte da Thailandia, fronteira com Myanmar e Laos

 

Na tribo das mulheres girafas no interior da Thailandia

 

Na famosa Maya Bay (do filme a Praia) em Ko Phi Phi lee, Thailandia

 

Novamente em Dubai agora com Matheus e Valentina

Erica Vairich é mãe de dois babies, Valentina de 2 anos e 6 meses e Matheus de 9 meses. Ela participou da coluna Relato de Mãe aqui no Blog!! Muito obrigada Erica!

Se você também quiser deixar seu relato aqui no blog, eu vou amar muuuuito! E aposto que outras mães também!!! Só mandar um e-mail ou me chamar em alguma rede social que a gente conversa e você participa também, afinal mães que se ajudam, são mais desenroladas, não é?

Beijo Beijo 

Leia mais...
♥ Mãe e BebêThaís Lourenzzo

Oito Produtos para bebês

IMG_0296

Olá! Tudo bem mamães?! A partir deste mês, vou trazer para vocês alguns produtos que são novidades ou que são muito úteis para nossos bebês ou que facilitam nossa vida! Aqueles produtos da categoria “Como não comprei antes” sabe? rsrsrs

Então, vou começar pela mamadeira. O modelo da Dr. Brown´s tem um exclusivo sistema de ventilação que reduz as cólicas dos bebês. Este modelo é o menor, por dentro a mamadeira possui várias pecinhas pra ajudar o bebê que sofre de cólicas. Ainda vem com uma escovinha para limpeza, mas a marca vende outras escovinhas também.

Sacos esterilizadores

Pra salvar a vida dos pais fora de casa. A embalagem vem com seis unidades que podem ser utilizados atá 20 vezes, é só colocar a mamadeira, chupeta ou até as conchas para amamentação e ligar o microondas. Não precisa ferver água, panela ou outra coisa. Para quem vai viajar e está na fase de papinhas ou mamadeiras é ótimo.

Luva para higiene bucal de bebês

Oral Care Rabbit da MAM. Enquanto que a gaze é mais trabalhosa para ajeitar nos dedos e rasga fácil, a fralda pode engasgar o bebê, a luvinha é bem macia mas de consistência firme e resistente, sem contar que distrai o bebê e deixa o momento mais divertido.

Talheres para papinha para bebês canhotos

Produto autoexplicativo, mas de uma grande importância, estimula a coordenação motora na fase de introdução alimentar

Externsores de body

Item obrigatório em todo enxoval. Aliado na hora em que as roupinhas ficam apertadas, por mais que o tamanho seja compatível com o tamanho do bebê, tem o volume que a fralda faz e aperta, deixando as roupinhas com uma vida útil menor. Os extensores alongam a roupinha em três tamanhos, um alívio para o nosso bolso.

Colher dosadora de papinha

Mais um item pra diminuir o peso e a quantidade de coisa que carregamos em cada saída de casa. É só apertar que a papinha sai na colher.

Copo Avent 360

Copo Philips Avent para bebês auxiliam na transição  para aprender a beber líquidos sem fazer aquela bagunça, possui uma válvula antivazamento que é ativada com a sucção, permitindo que o bebê tome o líquido pela borda, como em um copo de adultos.

Bom, acho que é isso, espero ter ajudado vocês com esses produtos que facilitam nossas vidas de mãe. Agora, me contem, qual produto vocês acham que é essencial e qual a experiencia de vocês com esses itens?

Todos esses produtos são vendidos na Loja Canto de Anjo. O endereço de lá é Rua Joaquim Nabuco, nº 2780, Bairro Olaria, ao lado do Hospital e Maternidade Regina Pacis. Os telefones de lá são: 69-3229-5086 e 69-9 9251-4369.

Leia mais...
♥ Mãe e Bebê

RELATO DE PRÉ-NATAL, PARTO E MAIS 10 DICAS ÚTEIS PARA AJUDAR NA ESCOLHA DO OBSTETRA

IMG_3082-e1487627667662-768×1024

Finalmente consegui terminar o post sobre como foi meu pré-natal e meu parto! Deixei esse tema para o final pois sabia que seria longo, mas queria que fosse completo e com dicas para vocês gravidinhas ou tentantes.

Agora, depois do turbilhão de coisas que aconteceram nesses últimos dias, no conforto de casa e com a bebê dormindo, posso conversar melhor com vocês sobre tudo que vivi nesses últimos 9 meses…Vou falar de um assunto que sempre me perguntam a respeito e deixei para falar sobre esse assunto por último, como um granfinalle no assunto gravidez.

Como escolhi o obstetra para fazer meu pré natal, como foi a minha relação com o obstetra e o que levei em conta ao escolher o médico que me acompanharia durante toda a gravidez e o parto.

Quando engravidamos, queremos o melhor para nós e para o bebê que vai chegar, e escolher o médico é fundamental. Será ele quem vai tirar todas as suas dúvidas, e será ele quem você escolheu para confiar a sua saúde e a saúde de seu bebê. Luísa não foi uma filha planejada, mas foi muito desejada! Sim, tentamos engravidar por um tempo e depois decidimos parar e esperar por um ou dois anos, e foi ai que ela veio, aos 45’ do segundo tempo! Um susto e tanto!

Meu obstetra durante todo o pré natal foi o Dr. Rodrigo Carrapeiro, ele é ginecologista, obstetra e ultrasonografista aqui em Porto Velho. Tive ótimas referências dele através de amigas que são suas pacientes, tanto como ginecologista ou obstetra. E sempre o indico para minhas amigas e leitoras, pois desde a primeira consulta, eu e meu marido tivemos muita confiança e segurança, quebrando todos aqueles mitos que existem no mundo da maternidade.

Costumo contar essa história contando que foi o melhor acaso que poderia me acontecer, marquei uma consulta para um acompanhando ginecológico apenas, por indicação de uma amiga (obrigada Laís) e na consulta de retorno, além dos exames rotineiros, cheguei com o Beta positivo, e a partir daí, começávamos o pré natal. 🙂

De qualquer maneira a minha experiência de pré-natal começa com alguém que acreditou em mim desde o começo, independente da minha escolha de parto, desde quando eu mesma achava que não conseguiria trabalhar nos últimos meses da gravidez… Cheguei a cogitar entrar com a licença maternidade no sétimo mês de gestação, por conta da falta de fôlego, ganho de peso, cansaço, essas coisas… Mas Dr. Rodrigo não deixou, sugeriu que eu fizesse caminhadas, exercícios e cuidar da alimentação. Hoje agradeço cada minuto da minha licença maternidade por isso. Não gosto nem de pensar como esses dias passam rápido.

Durante a gestação era normal, algumas amigas e leitoras me contarem coisas terríveis sobre a gravidez, parto e maternidade, tenho certeza que todas vocês passaram ou passam por isso. Eu sempre levava esses assuntos para ele, que me orientava a não me deixar levar por opiniões e histórias mal sucedidas e principalmente não esclarecidas que ouvimos por aí.

Como foi o pré-natal

Meu pré-natal foi iniciado na quinta semana, quando descobri a gravidez!

Fiz diversos exames para verificar como estava minha saúde para daí, tomar alguns suplementos, vitaminas etc… E claro, iniciar as “ultrassonhos” rsrsrs… A cada consulta eu levava uma Ultrasson de rotina, mas o Dr. Rodrigo verificava ele mesmo, em seu consultório, os batimentos, bolsa amniótica, cordão umbilical e via como estava a minha bebê, sim! Isso foi maravilhoso, ter um obstetra que também é ultrassonografista, é muito bom, e nos deixa mais segura quando temos a certeza de que tudo está bem, sem contar que eu via o rostinho da Luísa a cada consulta do pré-natal. A cada segundo que vimos aquele borrão de imagens tomando a forma de um bebê, ficamos mais emocionadas, chegava a sonhar com as imagens que via!

É muito importante você ter um profissional que se envolva de verdade, que saiba de nossas fraquezas e medos, que realmente se importe, que ama aquilo que faz, independente de suas escolhas.

Preparo para o parto

Durante toda a gestação fiz exercícios preparatórios para o parto normal, RPG, caminhadas, fortalecimento do assoalho pélvico, EPI NO… Até falei sobre a importância dos exercícios nesse post aqui. Era um sonho, e imaginava ter minha filha assim, então me preparei para o parto normal com orientação médica. Foi a melhor decisão que tomei, pois tive saúde para que isso acontecesse. Acho que se a minha decisão fosse por uma cesárea agendada desde o início, eu não me cuidaria e comeria de tudo, por exemplo.

Cheguei na semana 39 com uma bebê super saudável dentro de mim, grande, pesada e “nadando” em muito líquido, tudo consequência de uma gravidez plena e saudável, e a mamãe aqui, judiada, já sentindo contrações, líquido saindo aos poucos, mas, ao mesmo tempo, com a barriga linda e gigante!

Dentro de mim, tinha algo me dizendo que eu seria capaz de passar pelo parto normal, e nenhum dos profissionais que me acompanharam (fisioterapeutas por exemplo) diziam ao contrário. E, ao mesmo tempo, meu corpo pedia uma estrutura psicológica e fôlego ainda maior, para aguentar mais uma longa semana até a 40ª semana. Conversei com meu marido, que me via virando noites em claro, tentando dormir sentada, chorando pelos cantos por não conseguir andar. E então, decidimos saber a opinião do Dr Rodrigo, sobre a cesárea, que mais uma vez, foi atencioso e sensível a nossa opinião, me dando total apoio.

Sem falar com ninguém, nem mesmo os meus familiares, marcamos a cesárea para o dia seguinte. Não, não foi frustração, a decisão partiu de mim, eu cheguei no meu limite, não ia dar conta daquele bebê, que com 15 dias, parece mais um bebê de um mês.

Foi tudo muito rápido, depois de uma noite aliviante de sono, pela manhã logo cedo, chegamos ao hospital, dei entrada na internação, e as 10:00 iniciei os preparativos para a cesárea. Sem nenhuma culpa, feliz da vida, calma, assustada e ansiosa ao mesmo tempo (sim, tudo isso ao mesmo tempo), não imaginava como seria nem o que sentiria, aquela sensação de não sentir as pernas (anestesia raquidiana), mas ficar acordada me deixava confusa, as minhas experiências com cirurgias não tinham sido boas até aquele dia.

Foi aí que o Dr Rodrigo chega no quarto e me pergunta: “Ué você não vai se arrumar? Aproveita e passa uma maquiagem, agora você pode, vai sair bonita nas fotos!” Era o que eu precisava escutar, todo o medo, e tudo o que me fazia sentir ansiosa, passou nesse momento… Pedi para meu marido segurar o tiozionho da maca que estava me esperando, corri para o espelho do banheiro e passei uma maquiagem. Entrei no centro cirúrgico simplesmente feliz da vida por ter feito a melhor escolha, e com um sorriso de orelha a orelha 🙂 Só eu e meu marido, tudo o que eu queria, sem “platéia” no momento só nosso rsrsrs

Na sala, um clima leve, descontraído, e de festa dentro de mim. Fui apresentada ao anestesista que ficaria ao meu lado o tempo todo, inclusive tirou a melhor foto da vida pra mim, créditos a ele 🙂 Ao pediatra, Dr. Reginaldo Lourenço, que também foi indicação de uma amiga, e se prontificou na hora para o parto a convite do Dr. Rodrigo.

Tinha a certeza de que estava rodeada de excelentes profissionais, confiante em saber que o profissional que me acompanhou desde o primeiro ultrassom, estava lá cuidando de tudo. E principalmente meu marido, que surpreendentemente, aceitou o convite do Dr. Rodrigo para assistir o parto! Quem o conhece, sabe que ele tem pavor a hospital, sangue e todas essas coisas, mas estava lá também, tão à vontade e feliz que parecia estar em outro plano.

Cerca de 20 minutos depois, as 10:35 do dia 28/01/2017 (dia que sempre achei que seria rsrrs), chegava ao mundo a maior e melhor experiência que eu poderia viver, Luísa estava em minhas mãos, grande, linda, forte e cheia de fome, pesando 3,505 kg, e medindo 51,5 cm. Quando levaram a bebê para mim, comecei a esfregar no meu rosto, beijar e lamber rsrsrs

Fomos para o quarto, minha pequena entre minhas pernas, calminha e dormindo. As 16 horas poderia levantar, caminhar e me alimentar, e no dia seguinte, após o café da manhã, estaria em casa. Hoje, após 20 dias, estou super bem, fazendo de tudo em casa, mas o que mais gosto de fazer é cuidar da Luísa, deixo os cuidados da casa para depois e para a minha ajudante aqui.

E foi assim que minha vida teve um novo início, um novo ciclo começou para mim e para toda minha família!

Agora, como prometido, vou passar algumas dicas para ajudar vocês, na decisão de escolha do médico obstetra, são dicas que serviram para mim, e que passo a todas as amigas que estão nessa fase. Espero que ajude vocês!

Confira uma lista com 10 dicas para escolher o obstetra ideal para acompanhar a sua gravidez:

  1. Verifique se seu ginecologista é obstetra, é normal escolhermos o ginecologista para ser nosso obstetra, mas isso não precisa ser uma regra. As vezes, nem todo ginecologista é obstetra, mas se ele for de sua confiança, ele pode indicar um colega;
  2. O Você se identificou com o seu médico? Lembre-se que vocês passarão vários meses juntos e que ele será responsável por um dos momentos mais felizes e delicados da sua vida. Então, você deve ter confiança e simpatia por ele;
  3. O profissional possui boas referências de pessoas próximas ou conhecidas? Essas são as melhores fontes de informações que podem influenciar na hora da escolha;
  4. O médico tem disponibilidade para fazer o parto no período previsto? É importante verificar que ele não tenha compromissos agendados, como férias ou congressos, vale consultar se o obstetra tem um substituto na equipe;
  5. Se for participar dos pré-natais junto de seu companheiro, atente para que o profissional o inclua também na hora das consultas, os pais também devem receber algumas orientações. Ou se puder, leve alguém com você, as grávidas, costumam esquecer das informações recebidas durante a consulta, que são muitas. Anote tudo, se possível;
  6. Se você tiver preferência pelo parto normal, é importante que saiba, desde início qual a visão do obstetra sobre isso;
  7. Procure um profissional paciente, que seja aberto a ouvir e seja atento a sua situação psicológica, que possa oferecer todo o suporte necessário nesse período que a mulher apresenta muitas dúvidas e receios. Você terá muitas dúvidas no decorrer desse processo, é normal a mulher apresentar insegurança e sensibilidade. É papel do obstetra acolher a gestante e dar a ela toda a atenção necessária. Se perceber que o médico está mais preocupado com o tempo da consulta, talvez seja interessante procurar outro especialista;
  8. Conte com o médico 24 horas por dia. É importante que o obstetra esteja sempre à disposição para orientá-la, durante a gestação podemos apresentar dores como cólicas e sangramentos. Salvar o número de telefone e e-mail é uma boa maneira de estar em contato direto;
  9. As experiências ruins ajudam a definir o que não quer e, por tabela, o que quer. Não desista, por comodismo, da procura pelo obstetra mais indicado para você;
  10. Lembre-se que a escolha não é definitiva. Se no meio do caminho, você se desagradar por algum motivo, pode e deve procurar um outro obstetra e continuar os exames exatamente de onde parou.

Bom, é isso meninas! Agora é só aproveitar com muita saúde e alegria a fase mais iluminada de uma mulher, a gravidez! Ah! E não podia deixar de dizer: Passa rápido, aproveitem rsrsrs Só percebemos isso depois que passa mesmo, tirem muitas fotos, passeie e aproveite sua vida social, sinta-se bem!

Quem quiser mais informações sobre o Dr. Rodrigo Carrapeiro, segue o cartão com os contatos. Ele atende em seu consultório, no Regina Pacis, aqui em Porto Velho.

Obrigada também ao Dr. Reginaldo Lourenço, pediatra e a toda equipe do Hospital da Unimed.

Leia mais...
♥ Mãe e Bebê

OS BENEFÍCIOS DA FISIOTERAPIA E EXERCÍCIOS DURANTE A GRAVIDEZ

IMG_2822

Quem me acompanha pelas redes sociais, já deve ter visto que estou fazendo fisioterapia durante a gravidez, e tem me feito muito bem, então hoje vou compartilhar essa super dica com vocês, só que de uma forma mais detalhada!

A gravidez além de ser um período especial e lindo, requer muita atenção e cuidados também, para que tudo ocorra bem ao longo dessa fase. É por essa razão que as mulheres precisam antes de qualquer coisa, fazer um planejamento para que tudo aconteça da melhor forma possível e de maneira saudável.

IMG_2797

No meu caso, no começo da gestação, eu estava me queixando de dores na virilha, incontinência urinária, cansaço, falta de ar, entre outros incômodos, inclusive li que tudo isso era normal, mas conversando com meu obstetra, ele me indicou, a fisioterapia para gestantes (fisioterapia para fortalecimento do assoalho pélvico). Uma ótima opção para trazer benefícios ao bem-estar da mulher. Isso porque, a partir dos métodos indicados pelo fisioterapeuta, as gestantes podem passar pela situação com mais conforto e de forma tranquila. Hoje posso dizer que não me queixo de nenhuma dor nas costas, não tenho incontinência urinária, e meu fôlego melhorou muito. Nada do que correr atrás de informação com um bom médico né?

Conheça os benefícios da fisioterapia para gestantes

A fisioterapia de modo geral traz muitos benefícios para as gestantes já que é comum aumentar o desconforto e limitações ao longo da gravidez. saiba e conheça as vantagens em realizar o tratamento:

  • Orientação para melhorar a postura;
  • Alongamentos e fortalecimento dos músculos para suportar melhor o peso da barriga;
  • Diminui o risco de incontinência urinária na gravidez e também no pós-parto, independente do tipo de parto;
  • Melhoria no condicionamento físico e a respiração;
  • Exercícios aeróbicos e controle do peso;
  • Acalma o bebê, por haver uma menor concentração de cortisol, hormônio que encontra-se em maior quantidade no sangue quando estamos cansadas e estressadas;

Todas essas práticas e técnicas fazem com que as mulheres tenham mais conforto e qualidade de vida. Com o auxílio da fisioterapeuta, as mulheres terão cuidados específicos em cada fase para que ao final e depois de gerar o bebê, o corpo volte a sua forma natural em um período menor e de forma mais sadia.

Abaixo, alguns exercícios que fiz na minha última sessão com a Dra. Camila Patriota da Clinica Fiostrat, aqui em Porto Velho. Ela me passou os detalhes de cada exercício!

1) Alongamento lateral do tronco: favorece alívio nos desconfortos musculares e posturais, em especial da coluna. Otimiza a flexibilidade e a respiração.

2) Treino de equilíbrio unipodal (com um pé só) no bozu (superfície instável):

IMG_2820Ajuda a manter o equilíbrio para evitar quedas, que podem ser comuns no terceiro trimestre. Além do equilíbrio, trabalha a estabilização dos ligamentos do tornozelo, evitando possíveis entorses durante a caminhada.

3) Mobilização pélvica na bola suíça associada ao fortalecimento dos abdutores do quadril com uso da faixa elástica:

IMG_2836IMG_2823 IMG_2782

Relaxa o quadril e ajuda a perceber o contato da região do assoalho pélvico com a bola, estimulando a consciência corporal para facilitar a ativação dos músculos neste local. Por fim o fortalecimento dos músculos laterais do quadril colaboram para dar maior estabilidade para a região pélvica.

4) fortalecimento dos membros superiores com boneco de 3kg:

IMG_2767 IMG_2765

IMG_2798 IMG_2797

Fortalecimento dos braços ajuda durante todo o período da amamentação e para carregar o bebê. O peso colocado no boneco é gradativo de acordo com a evolução do bebê, ou seja, colocamos o peso similar ao que o bebê já está.

5) posições de relaxamento e trabalho de parto:

IMG_2785

Posição de cócoras ajuda a relaxar os músculos do assoalho pélvico. Durante o trabalho de parto a posição facilita a percepção do encaixe do bebê e alivia as dores da contração.

7) Ficar ajoelhada debruçada sob a bola:

IMG_2796
Posição de relaxamento e alívio da dor durante o trabalho de parto. Facilita a aplicação de massagem na região lombar.

Depois desses exercícios, vem a segunda fase, o atendimento é feito em uma sala reservada e própria para esse tipo de atendimento de fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico.

Exercícios são realizados manualmente e com aparelho. O fortalecimento evita a incontinência urinária e melhora a sustentação dos órgãos pélvicos (bexiga, trompas, ovários e útero) e consequentemente do bebê.

IMG_2803

8) relaxamento dos músculos do assoalho pélvico:
A massagem perineal serve para relaxar a musculatura localizada na vagina, eliminando pontos de tensão e facilitando a saída do bebê durante o parto.

9) Alongamento dos músculos do assoalho pélvico:
O uso do epi-no (o aparelho azul da foto)  favorece o alongamento muscular. Isso favorece com que a gestante perceba mais ou menos a sensação do alongamento e a pressão no momento do período expulsivo durante o parto.

Bom, acho que é isso, a cada sessão e a cada semana de gestação iniciamos um exercício diferente, não tem como ser chato ou cansar, cada aula é diferente. Eu faço duas sessões semanais, elas duram cerca de uma hora a uma hora e meia, faço pelo meu plano (Unimed), o que é ótimo!

A Dra. Camila atente na Clínica Fisiotrat, fica na Rua Afonso Pena, 1441 – Nossa Senhora Graça, Porto Velho, o telefone de lá é (69) 3223-2359.

Abaixo, segue o cartão da Dra.Camila

IMG_1421 IMG_1420IMG_2822

Meu muito obrigada a Dra. Camila, que aceitou de pronto a ajudar a fazer este post, com suas valiosas informações! “Ainda tem muitas mulheres que não conhecem e perdem a oportunidade de ser ajudada e estimulada a ao menos tentar ter um parto normal, além de melhorar a qualidade de vida na gestação. A falta de informação e o empoderamento de nós mulheres ainda é muito fragilizado. A grande maioria ainda se sente fragilizada com relação ao parto e vem as incertezas e insegurança com a criação do bebê”

Espero ter ajudado vocês! Consulte seu obstetra para saber se está apta para fazer também!

Beijo Beijo 

Leia mais...
♥ Mãe e Bebê

CONCHAS DE AMAMENTAÇÃO PARA QUE SERVEM?

concha

114660111_1GG

Olá! Hoje o post é sobre amamentação!! Estou pesquisando muito sobre o assunto, para não ter tantas surpresas quando chegar a minha hora de amamentar! Olha só quantas informações importantes, não fazia idéia quando comecei a pesquisar.

As conchas de amamentação são aparelhos utilizados por baixo do sutiã, geralmente são de plástico e servem para corrigir um mamilo invertido ou um mamilo plano, para facilitar a pega do bebê e a amamentação. Há diversos tipos e marcas de conchas. Antes de comprar uma delas, você deve observar alguns detalhes importantes:

Elas servem para corrigir um mamilo invertido ou um mamilo plano. Mas como saber se meu mamilo é plano ou invertido? Basta apertar a aréola com o indicador e o dedão. O mamilo que continuar o mesmo, é plano. Se projetar-se para dentro do seio, é invertido. Isso não impedirá que você amamente, mas pode dificultar um pouco na hora em que o bebê for fazer a pega do seio.

As outras funções das conchas são: Proteger um mamilo rachado ou fissurado, Proteger um mamilo normal e saudável, coletar o leite materno que fica “vazando” e ajudar na correção do mamilo para fins estéticos

Existem quatro tipos de conchas:

BASE RÍGIDA – melhor para correção de bico.

BASE FLEXÍVEL – melhor para coletar leite e proteger seios rachados.

ORIFÍCIO GRANDE – se o orifício é muito grande, não corrige o bico, apenas protege a mama e coleta leite.

ORIFÍCIO PEQUENO – quando o orifício é muito pequeno, pode ferir e machucar.

par-conchas-p-os-seios-antes-do-parto-savemilk-af4 GRD_239_savemilkros

Fique ligada em alguns itens que toda concha deve ter:

Deve ser transparente, para que seja fácil avaliar seu estado de conservação e limpeza. Lembre-se de que a limpeza é fundamental. O ideal é que as conchas sejam higienizadas e fervidas todos os dias.
Deve haver orifícios para ventilação, para permitir a respiração do mamilo e evitar infecções. Caso não haja ventilação, o resultado pode ser uma infecção por cândida ou então outros tipos de danos aos mamilos. Mamilos sem ventilação podem rachar mais facilmente.
O furo onde se coloca o mamilo não deve ser muito pequeno, do contrário irá machucar. O ideal é que o furo permita que, não só o bico, mas também uma parte da aréola fique dentro do aparelho.

9821579_1GG

Como Utilizar?

Concha

1- Introduzir por baixo do sutiã;
2- Pode começar a utilizar ainda na gravidez;
3- Vestir por alguns minutos antes de cada mamada;
4- Conchas rígidas ou de orifício pequeno: não utilizar por mais de 3 horas;
5- O leite coletado não pode ser consumido;
6- Higienizar e ferver diariamente;
7- Não apertar muito.

savemilk-rígida-e-flexível-terceiros-600x599

Como escolher a melhor concha para mim?
A concha certa para você é aquela que te deixa mais confortável. Cada mulher sente-se melhor com um modelo diferente, por que os seios das mulheres são diferentes, eles têm formato, tamanho e sensibilidade diferentes, além das diversas variedades de mamilo.

A concha deve ser transparente e ventilada. O orifício onde o bico do peito é introduzido deve ser grande o suficiente para que uma parte da aréola entre no aparelho. Note também que conchas de base rígida são mais eficientes para corrigir o mamilo, enquanto as de base flexível só funcionam bem quando o objetivo é apenas coletar leite materno ou proteger um seio rachado ou um seio normal.

ATENÇÃO: Nem sempre as conchas conseguem corrigir o mamilo. Às vezes elas não fazem nenhum efeito. Conchas muito apertadas podem fazer mal aos seios. Não aperte muito. Não durma com elas. Não utilize por períodos prolongados. Três horas por dia costuma ser o suficiente. É interessante pesquisar a opinião de outras gestantes antes de comprar seu par.

E os protetores absorventes de mamilo?

DSC09233

Eles são feitos com flocgel, um material que promete aumentar a absorção, evitando vazamento de leite. Esse modelo da Johnson’s é bem discreto, fininho e não faz volume sob a roupa. Segundo o fabricante, o absorvente é feito de material respirável, não abafando o seio e permitindo circulação de ar. Eu, mesmo sem passar pela experiência da amamentação, usei estes absorventes quando fiz uma cirurgia em uma das mamas, e nas poucas vezes que tentei, o algodão do absorvente grudou no meu mamilo e tive que puxar pra retirá-lo, me machucando. Outra desvantagem do absorvente é que, obviamente, ele é descartável. E a caixinha não é baratinha: R$ 10,00 (em média) a caixa com 12 unidades e R$ 15,00 (em média) a embalagem com 24 absorventes.

Por causa dessas pequenas diferenças é que a avaliação médica é tão importante. Na dúvida, espere a consulta com o especialista e garanta não somente o seu bem-estar como sua saúde.

IMG_2511

A minha escolha de concha foi da Save Milk, encontrei na Canto de Anjo, aqui em Porto Velho é um pouco difícil de encontrar, mas na Canto de Anjo tem um bom estoque dessas conchas e sempre encontro tudo o que preciso lá.

A Canto de Anjo fica na Joaquim Nabuco, nº 2780, Bairro Olaria, ao lado do Hospital e Maternidade Regina Pacis. Os telefones de lá são: 69-3229-5086 e 69-9 9251-4369.

Leia mais...
♥ Mãe e Bebê

18 IDÉIAS PARA ANUNCIAR A GRAVIDEZ!!!

no thumb

ImageProxy

“Estamos grávidos! E agora? Estamos muito felizes, queremos dividir essa novidade com todo mundo” Quem já passou por isso, sabe o quanto é gostoso contar que estamos grávidas para nossos amigos! No meu caso, eu queria contar para meus leitores e amigos, então usei as redes sociais para contar as pessoas especiais, amigos, familia de fora….

Usei essa foto para contar, ela tem todo um significado para mim, que como frutas em uma tigela bem parecida com essa, todos os dias, e que a partir daquele dia, ia comer mais frutas, comer por dois.anunciar-a-gravidez-14

Para achar essa foto, rodei muito na internet, principalmente no Pinterest! Achei muitas e salvei algumas, olha só que legal:

01e3559b2efd05c03c3929ae887c9bef 4d02fe4f0177089996271c05ce80be34 6f4e304a9712e5db44e8280af1b70b86 11a9f2191505d293967c78e0f21bd6a5 71b73f51e1f2043f41b4ac9d8b76dae0 7166e358ed362af5143a427bfc28bac9 262204d04f26dc5b116588c889ad9248 af2d39e6488c488263745e6402d1b6b1 b658e6bff76807b2488849382a889dd1 c4bb408022b631a555af3705e635c927 c073befe3c646c1cd1542be68a701f7e ca8a849ba56acee191ebf2daee42d038 d1d34b595f7c4a889232a8f9ad0d349f d9d25e05a155d03f947a390fc0930d8d e96f3bc603f12797c1dc0804c32950d8 e19648f32c83b5390d4b1c1699fc34f2 f542dc67d7a1dc1ae46fc233638f098f

Leia mais...
error: Este conteúdo é protegido