fechar

♥ Mãe e Bebê

♥ Mãe e Bebê

Vacinas para Meningite

MidiaKitCorujices

Bom, por aqui fizemos mais uma vacina na vacina, a vacina para Meningite. Tínhamos outras vacinas para fazer e fui orientada na clínica a vacinar para a Meningite, isolada das demais, por conta dos possíveis efeitos colaterais. Luísa não teve nenhum efeito colateral, só percebi um sono mais longo na soneca que ela tira no final da tarde. Esperei pela febre na madrugada e nada! Graças a Deus! Nem no dia seguinte!!

Conversando com o Dr. Silas, um amigo que é pediatra (que por sinal é nosso colaborador no Blog) questionei sobre as vacinas para Meningite e aproveitei para pedir sua opinião.

Ele fez um artigo suuper esclarecedor sobre o assunto:

“Meninges são três membranas que envolvem o sistema nervoso central: cérebro, cerebelo, bulbo e medula espinal. À inflamação das meninges, geralmente causada por patógenos, dá-se o nome de meningite.

As meningites geralmente são virais ou bacterianas, sendo as segundas mais graves porque determinam maior mortalidade e maior número de sequelas. Várias são as bactérias causadoras de meningite mas a mais importante delas é o meningococo (Neiseria meningitidis), tanto pela frequência com que ocorre no mundo inteiro como pela gravidade dos quadros.

As crianças sempre representaram uma faixa etária importante para as meningites. A primeira vacina que surgiu para proteger as crianças contra a meningite foi o BCG, vacina aplicada nos primeiros dias de vida para proteger contra a Tuberculose. Crianças e adolescentes quando têm  tuberculose podem, secundariamente a doença pulmonar, desenvolver graves meningites tuberculósicas. O BCG até hoje é aplicado justamente para proteger contra estas formas secundárias detuberculose. Na década de 1980 surgiu a vacina contra o HiB (Haemophyllus Influenzae B), na época uma importante bactéria causadora de meningite em crianças até 5 anos de idade. Outra bactéria que causa meningite em crianças é o pneumococo (Estreptococcus pneumoniae) que hoje também é objeto de prevenção com boas vacinas.

Com relação aos meningococos, devemos considerar a existência de 5 sorogrupos desta bactéria (A, B, C, W e Y) e que a imunidade adquirida para um sorogrupo não aproveita para os demais, de modo que para se ter imunidade plena seria necessário dispor de 5 vacinas: uma para cada sorogrupo. Hoje dispomos de vacinas para todos eles, sendo que a vacina para o sorogrupo B só foi disponibilizada no mercado mundial no ano passado.

Em 2010 o Ministério da Saúde do Brasil incluiu no Programa Nacional de Imunizações a vacina contra o sorogrupo C, de modo que a vacina vem sendo usada há 7 anos nos lactentes. Naquela época a vacina disponível era somente esta e, coincidentemente, era o sorogrupo mais prevalente no Brasil como um todo. Na Região Norte naquela época o sorogrupo B já era muito importante. Outro fato importante é que esta prevalência muda ao longo dos anos. Já tivemos grandes epidemias pelo sorogrupo A e pelo sorogrupo B em anos passados em várias regiões do pais. Hoje na região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) o sorogrupo W adquiriu uma importância crucial.

Em 2013 foram lançadas mundialmente vacinas combinadas para quatro destes sorotipos: A, C, W e Y e desde o ano passado, como dissemos temos, uma vacina para o sorogrupo B.

Idealmente as crianças devem tomar estas duas vacinas a partir de 2 ou 3 meses de idade, já que o risco de adoecimento pelo meningococo começa precocemente. Muitos adultos são portadores do meningococo em suas gargantas sem qualquer sinal de doença: são os portadores sadios, que já possuem boa resistência contra a bactéria que neles vive como comensal.  Estes adultos funcionam como reservatórios potenciais para infectar os bebês por transmissão oral. Por isso é que, endemicamente, mais de 95% das pessoas que têm doença meningocócica são menores de 2 anos.”

Assim, quem puder e tiver condições de comprar as doses da vacina é importante e recomendado como prevenção/proteção a mais, porém quem não tiver esse valor disponível  não deve se desesperar! Todas as vacinas estão disponíveis na Clínica Porto Velho.

 
CLÍNICA PORTO VELHO
Av. Carlos Gomes, Nº 770 – Caiari
Fone: 3229-3003/3224-2941/98411-1248
Leia mais...
♥ Mãe e Bebê

Site para checar o remédio para quem esta amamentando

remedio-natural-para-aumentar-producao-de-leite-materno-1-640-427

Oiii!!

Tive uma forte  alergia neste final de semana, fui parar no hospital, falei que amamento e infelizmente tive que tomar alguns remédios.

Sabemos que os médicos dão remédios com o mínimo de risco, mas sempre ficamos com pulga atrás da orelha na hora de começar com a medicação.

Achei um site que você coloca o nome do remédio e pode checar se o remédio é de risco muito baixo, risco baixo, alto risco e muito alto risco.

Achei bem útil e assim podemos tomar os remédios mais calmamente, pois em todas as bulas vem escrito, tomar depois de consultar o pediatra.

Infelizmente só tem em ingles ou espanhol.

http://www.e-lactancia.org/

Leia mais...
♥ Mãe e Bebê

VACINAS: o papel da Saúde Pública e das clínicas privadas

WhatsApp Image 2017-09-15 at 16.36.45

Olá mamães e papais, o post de hoje é sobre Vacina! Luísa está tomando algumas vacinas na Clínica Porto Velho, com quem mais entende do assunto em Rondônia, Dr. Silas Rosa. Eu, como mãe de primeira viagem, sempre fiquei com dúvidas a respeito do assunto. Então, ele fez esse artigo super esclarecedor para as leitoras daqui do blog. Dr Silas é pediatra e ele mesmo faz questão de aplicar as vacinas, e isso me passou muita segurança, antes de cada vacina ele explica (dá uma aula) tudo sobre reações, o que cada vacina representa, tira todas as dúvidas!! Tudo o que nós precisamos né? Ter a certeza de que nossos pequenos estão protegidos.

Ele contou em um breve artigo sobre esse assunto, que gera muitas dúvidas nos pais hoje em dia. Um artigo super objetivo e esclarecedor.

“As vacinas representam atualmente o melhor recurso de prevenção de doenças. Sem negligenciar o papel de outros avanços como saneamento básico e educação em saúde não se pode deixar de reconhecer o papel das vacinas na erradicação mundial da varíola, e na interrupção da circulação dos vírus do sarampo e da poliomielite no Brasil. Hoje os pequenos surtos de sarampo no Brasil são sempre importados.

Atualmente temos mais de trinta vacinas disponíveis mundialmente, todas muito bem avaliadas por instituições púbicas como o CDC (Center for Disease Control and Prevention) dos Estados Unidos e a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) do Brasil.

Evidentemente nenhum programa de Saúde Pública governamental consegue acompanhar com absoluta presteza o desenvolvimento nesta área. Em países em desenvolvimento ainda pesa o custo da introdução dessas vacinas nos programas nacionais. Temos, no entanto, que enaltecer o esforço do governo brasileiro que disponibiliza à sua população um dos melhores programas de imunização do mundo, embora também aqui temos uma certa defasagem de alguns anos entre a disponibilização de uma nova vacina e a sua introdução no calendário oficial do Programa Nacional de Imunização (PNI).

Além disso é preciso ressaltar que o objetivo perseguido pela Saúde Pública, que é o interesse coletivo, nem sempre coincide com o interesse individual de cada pessoa. Vamos exemplificar: a vacina da varicela (catapora) é dada na rede pública em uma única dose. Com isto menos de 80% das crianças estão protegidas de terem varicela e algumas, posteriormente, quando em contato com o vírus selvagem, acabam tendo uma forma leve de varicela. A Sociedade Brasileira de Imunizações preconiza hoje uma segunda dose da vacina, medida que leva a uma proteção próxima de 100%, para qualquer forma de varicela. Ao governo interessa que a única dose disponibilizada na rede pública protege quase 100% de terem formas graves que demandariam internações e risco de vida. Para o governo a introdução da segunda dose redundaria num custo que não compensa. Já nas clínicas privadas, após a apresentação desses dados, a maioria dos pais opta pela segunda dose. Razões semelhantes existem para que as clínicas privadas de imunização utilizam a vacina do Rotavírus pentavalente (apesar de exigir uma dose a mais que a vacina monovalente usada na rede pública), de duas doses da vacina contra Hepatite A (quando a rede pública usa apenas uma), da vacina antipneumocócica 13-valente (em lugar da vacina 10-valente da rede pública) e do uso de três doses da vacina contra o HPV mesmo em pessoas com menos de 14 anos (em vez das duas doses hoje usadas no PNI).

Além disso a presteza com que as clínicas privadas atuam faz com que disponham de vacinas ainda não utilizadas no PNI como a vacina contra o Herpes zoster para os idosos e a vacina tetravalente contra a Gripe (enquanto o governo ainda usa a vacina trivalente) e as novas vacinas anti-meningocócicas para todos os sorogrupos de meningococos que têm importância no Brasil: A, C, W, Y e B (enquanto o governo só disponibiliza a vacina contra o sorogrupo C).

Finalmente, nas clínicas privadas tem-se sempre um profissional médico com profunda experiência na área de Imunizações que, graças a sua atualização pode analisar e extrapolar as indicações formais em função do interesse de cada pessoa. Dessa forma já usávamos a vacina contra o HPV no sexo masculino, anos antes que o governo, só agora em 2017, passe a aplica-la nos pré adolescentes. Desde 2013 dispomos de uma excelente vacina combinada contra os meningococos A, C, W e Y do Laboratório Novartis. Desde junho de 2014 o CDC liberou o uso desta vacina para crianças a partir de 2 meses de idade, enquanto a ANVISA, no Brasil conservadoramente a indicava a partir de dois anos de idade. Isto representava uma divergência extremamente importante, já que mais de 95% das pessoas que adquirem doença meningocócica fora dos períodos epidêmicos são crianças com menos de 2 anos. Nas clínicas privadas a presença deste profissional médico atualizado pode colocar estes fatos para a família e propiciar a aplicação off labil (contra as indicações da bula) para o grupo etário a quem mais interessa a vacina. Só agora, em 2016, a ANVISA atualizou a indicação desta vacina para crianças desde dois meses de vida.”

 

Silas Antônio Rosa
CRM 677-RO
Médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, campus de São Paulo (Pinheiros), com título de Especialista em Pediatria e Medicina do Trabalho, Pós-graduação em Saúde Pública, Mestrado em Biologia Experimental e Professor de Pediatria da Faculdade de Medicina da FIMCA. Advogado (OAB 860-RO)

Quer saber mais? No próximo post sobre o assunto, vou postar sobre perguntas e respostas, as dúvidas mais comuns sobre vacinação. Se você quiser participar, deixa nos comentários sua duvida que no proximo post vou juntar todas as perguntas e respostas aqui!! Não percam!
 
CLÍNICA PORTO VELHO
Av. Carlos Gomes, Nº 770 – Caiari
Fone: 3229-3003/3224-2941/98411-1248
Leia mais...
♥ Mãe e Bebê

Clube Melissa apresenta novos modelos Mini + Vivienne Westwood

Vivienne Westwood Anglomania + Mini Melissa Beach Slide Sandal R$130 322675324800_tamanho_HD (Cópia)

Uma das parcerias mais antigas da Melissa se renova nesse verão com dois modelos inéditos para os pequenos. Para MAPPING, a estilista britânica Vivienne Westwood imprime nos calçados toda a sua irreverência e personalidade, unindo seu estilo único ao impecável design e conforto da marca.

A Melissa Beach Slide Sandal, um dos hits das últimas temporadas, ganha uma encantadora versão mini, batizada de VWA + Mini Melissa Beach Slide Sandal. O modelo se destaca pela aplicação de alguns dos ícones das criações da estilista. Em um pé, uma coroa; no outro, um coração, resultando em uma combinação divertida e cheia de estilo, especialmente em contraste com a cartela de cores mais neutra. O fechamento em velcro garante segurança para a brincadeira.

Para as mães e filhas que não abrem mão de produções superdelicadas, aVWA + Mini Melissa Ultragirl XI é a pedida. A flat une o plástico da Melissa à sutileza das aplicações metalizadas no cabedal. Além do orb, ícone das criações de Vivienne, a linha traz a versão com um coração cruzado por uma fita, também de metal. A paleta é protagonizada por diferentes tons de rosa.

Os modelos da parceria já estão disponíveis nos Clubes Melissa de todo Brasil, com valores a partir de R$120,00.

Clubes Melissa no Brasil:

https://www.melissa.com.br/onde-encontrar

Leia mais...
♥ Mãe e Bebê

Novidade!! Agora na Canto de Anjo tem Calçados Gambo!!

818-x-460-III

Uma marca Premium em sapatos infantis que são feitos 100% artesanal (a mão), em couros selecionados, com o diferencial na segurança, conforto e praticidade, agora na Canto de Anjo.

A Canto de Anjo sabe que trazer uma criança ao mundo é um momento único e especial. Por isso,  toda a equipe oferece tudo para que os papais vivam essa fase em plenitude com a chegada do novo bebê!

  • Possuem solados emborrachados e antiderrapantes, fazendo uma pisada correta e com segurança;
  • Nos cabedais, os cadarços foram substituídos por elásticos fixos, que aumentam o conforto e evitam o risco de tropeços e quedas por conta de cadarço desamarrado;
  • E por dentro, possuem forro e palmilha com absorção do suor, deixando os pés sempre sequinhos;
  • Os modelos possuem design conceitual e moderno, antenado as tendências do mercado infantil;

Para os meninos chegaram os sapatos em couro e para as meninas, as cores metalizadas, alem dos clássicos!! Um amor né?

Percebendo a carência do mercado com relação a calçados de alta qualidade em couro para bebês e também a crescente demanda de um público cada vez mais exigente, surge a ideia de conceber um produto 100% artesanal, com matéria-prima e características Premium.

A Gambo é admirada e reconhecida pelos consumidores como referência em conforto, qualidade e segurança, e possui três linhas:

LINHA NEWBORN -Desenvolvida para bebês recém-nascidos.

LINHA BABY – Para bebês de 0 a 2 anos, foi pensada levando-se em consideração os pezinhos em desenvolvimento e a preocupação com o conforto e a estabilidade nos primeiros passos.

LINHA TEEN – Para crianças acima de 5 anos, que já possuem estrutura óssea mais definida e precisam de um calçado específico para essa fase. A Linha Teen se identifica com um público jovem, moderno e antenado com as últimas tendências

DESIGN CONCEITUAL – A linha apresenta calçados com design conceitual e moderno, antenado as tendências do mercado infantil.

Este produto vocês encontram na Canto de Anjo.

☎️Qualquer dúvida, fotos e valores é só chamar no whats (69) 9 9251-4369, ou pelo o Instagram @cantodeanjo
📍A Canto de Anjo fica na Joaquim nabuco n° 2708 – Olaria
Ao lado da maternidade Regina Pacis
📞3229-5086
⏰O horário de atendimento: Seg a Sex. Das 08hrs às 18:15 e aos sábados das 08hrs as 13hrs.!

A Loja Canto de Anjo fica na rua Joaquim Nabuco, ao lado da maternidade Regina Pacis, em Porto Velho.

O telefone de lá é: 69-3229-5086. As lojas ficam abertas de segunda a sexta das 8h às 18h, e sábado até as 13hs.

Leia mais...
♥ Mãe e Bebê♥ Moda & Estilo

Kipling destaca linhas Small Flower e Sweet Flower

R$999,00 K1015360M CAMAMA (1)

Conhecida por unir estilo e funcionalidade, a Kipling é invadida por motivos florais e lança as linhas Small Flower e Sweet Flower. Pensada para renovar as cores de suas bolsas e acessórios, a novidade traz itens perfeitos para uma vida agitada em duas opções de estamparias exclusivas de delicadas flores.

Com uma extensa cartela de produtos, a Small Flower aposta em uma paleta de cores sóbrias, que mistura em seu fundo tons de azul, com a suavidade das pétalas vermelhas das flores – o que torna a linha ainda mais única.

O destaque da coleção é a Camama: uma bolsa para maternidade que se adapta ao look das mães. Funcional, conta com diversos compartimentos para guardar todos os acessórios que uma criança precisa no dia-a-dia, como fraldas e brinquedos. Seu maior diferencial é ter um trocador no bolso frontal. O modelo também acompanha acessórios como um porta mamadeiras térmico e um bolso porta chupetas. Suas alças carona permitem que ela seja acoplada no carrinho do bebê com muito conforto e segurança.

As flores da coleção também estampam a Youri Spin, mala estruturada ideal para viagens curtas. Com amplo espaço interno, ela possui vários bolsos para uma melhor organização. Resistente e com rodinhas 360º, garante a praticidade necessária em passeios. Ela tem o tamanho certo para ser levada como mala de bordo.

A linha Sweet Flower, com motivo mais fun, conta com o print floral em tons de coral e azul bem vibrantes no fundo branco e ilumina looks mais básicos de forma bem despretensiosa.  Entre os highlights, a linha traz a mini bag Teddy. Seus inúmeros bolsos e fechamento em velcro oferecem segurança e praticidade ao mesmo tempo em que compõem um look cheio de personalidade. Outra opção da linha é a indispensável Leike. Com sua alça transversal, é a bolsa pequena ideal para o cotidiano. Seus bolsos organizadores trazem espaço extra para quem precisa ter as coisas sempre à mão.

As linhas Small Flower e Sweet Flower já estão disponíveis nas lojas da Kipling espalhadas pelo Brasil e no e-commerce www.kipling.com.br.

Leia mais...
♥ Mãe e BebêThaís Lourenzzo

Ítens indispensáveis na Hora de montar o kit higiene do bebê

IMG_5660-1024×768

Toda mãe passa pelo ritual da compra do kit de higiene no primeiro enxoval, é uma fase deliciosa. Tem mãe que gosta de seguir listas, tem mãe que compra conforme for havendo necessidade de algum item e por aí vai… Hoje existem várias listas, algumas exageradas outras bem bacanas com o básico mesmo. Dizer o que realmente você vai precisar é de certa forma pretensioso. Então, a dica é sempre pesquisar, e seguir seu instinto materno.

Alguns itens são úteis para a maioria das mães, por facilitar o dia a dia na hora da troca de fraldas, banho e higiene do bebê, para os casos de resfriados, assaduras, febre, coceiras e outras coisinhas que podem surgir no bebê.

Ao nascer, o bebê precisa de cuidados e produtos específicos para a pele e cabelo de bebê. Não dá pra usar com ele o shampoo que você usa em você ou o hidratante do filho mais velho.

Reuni alguns produtos que uso aqui em casa e funcionou comigo. Dá uma olhada:

1. Cotonetes

Eles servem para realizar a limpeza do coto umbilical nos primeiros dias de vida e até que o umbigo caia. Também servem para limpar as orelhinhas, mas sempre com muito cuidado nesta região.

2. Algodão

Serve para praticamente todo tipo de limpeza nos primeiros meses de vida. Os médicos não recomendam usar lenços umedecidos em casa, apenas quando precisar trocar fraldas fora de casa, a pele do bebê ainda é muito sensível e os lencinhos podem irritar, por mais que na embalagem conste que não contem álcool, outras substancia pode causar assaduras.

Esses quadrados de algodão é uma outra opção para usar na limpeza, são práticos e fácil de levar, são mais caros do que a bolinha de algodão, testei e deu certo comigo.

3. Lencinhos umedecidos Pampers Sensitive

Eles são indicados para andar na sua bolsa e trocas de fraldas ocasionais fora de casa, eu gosto muito dos lencinhos da Pampers porque tem textura suave, não tem cheiro, e possui um bom custo benefício, comecei usar na Luísa após o terceiro mês, para limpar os pés, as mãos e a gente acaba usando em tudo, até comigo, para limpar as minhas mãos rsrsrs

4. Mini garrafa térmica

Uma mão na roda durante a troca de fraldas da madrugada, armazena a água morna para um ou dois dias de troca. Aquele pote serve para por a água e molhar o algodão, nos potinhos guardo algodão de bolinha e os cotonetes. Este kit higiene, é da Canto de Anjo, uma loja cheia de coisas lindas daqui de Porto Velho!

5. Trocador

Este é um item que uso muito, o trocador que tenho é um suporte que fica por cima da barra lateral do berço e nele coloco a almofada onde troco a bebê, ela é feita de uma espuma macia, e coberta por um plastico e sempre que suja ou uma vez por dia, eu limpo com um papel toalha e álcool, ele foi feito no ateliê da Canto de Anjo, assim como todo o enxoval da Luísa. Amo rosa, chevron e cinza, deu pra perceber né? rsrsrs

6. Luva e dedeira de higiene bucal para bebês:

Esta luva serve para fazer a higiene da gengiva do bebê após as mamadas, na fase em que os dentinhos começam a nascer eles também agradecem a “coçadinha” que ela faz! Você usa assim, sem nenhum tipo de pasta de dente e deve fazer desde os primeiros meses para evitar a formação de placa, tártaro e etc. A dedeira serve quando a boca do bebê é maior, lá pelos seis meses de vida.

7. Soro Fisiológico

Este produto é um grande aliado e também mil e uma utilidades. Uso na Luísa para limpar os olhos e o rosto quando acorda, molhando um pouco no algodão. Também serve para fazer inalação naqueles dias de tossinha, resfriados e tempo muito seco. Dica: Soro não deve ser armazenado na geladeira viu?

8. Alcool 70%

Uso para limpar o coto e o umbigo após o banho. Os hospitais costumam fornecer, mas você também encontra em farmácias. É bem baratinho e apenas 1 frasquinho é suficiente. Acho que paguei uns três reais nesse potinho aí.

9. Cortador de unhas e escova de cabelos

Eu prefiro o cortador de unhas ao invés da tesourinha. Esse kit é da Multikids Baby, é completo, vem com tudo que preciso e uso até hoje! A Luísa ainda está carequinha, ainda não usei o pente rsrsrs

10. Hidratante corporal

A pele dos bebês é muito fininha e por isso, precisam de um hidratante específico para as peles super delicadas. Você também vai perceber que a pele do bebê vai mudando com o passar dos dias, as vezes até descama, solta penugem, faz uma troca mesmo. Escolhi este hidratante da Natura.

11. Shampoo da cabeça aos pés Natura Mamãe e Bebê

Pra facilitar a hora do banho, os shampoos “da cabeça aos pés” são uma grande ajuda. Você não precisará de outro produto e as embalagens normalmente tem um sistema com tampa pump super facilitadora para o momento em que você só tem uma mão livre (a outra precisa estar segurando o bebê). Eu uso esses dois da Natura Mamãe e Bebê, um é para aquele banho antes de dormir.

12. Nosefrida

O Nosefrida é um acessório que permite que você sugue a “meleca” de nariz do bebê. Sem nojo, o acessório é uma espécie de mangueirinha que tem uma espuma/filtro que não deixa a “meleca” chegar na sua boca. Eu uso após o banho, quando a meleca fica molinha rsrsrs

13. Termômetro digital

Hoje em dia tem muitos termômetros digitais por aí, eu usei, uso e confio neste modelo prático. Ele mede a temperatura do ambiente também. Hoje no mercado podemos encontrar alguns modelos que avisam quando é febre ao atingir mais de 37,5 graus.

Não quis falar dos medicamentos, pois cada bebê tem as suas necessidades, e cada pediatra tem sua conduta e  NUNCA MEDIQUE O SEU BEBÊ SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA! Estes são os itens que eu usei e ainda uso aqui em casa, na hora de montar a sua farmacinha é sempre bom perguntar ao pediatra sobre os produtos e acessórios mais indicados e conforme o bebê for crescendo é bom manter a farmacinha longe do alcance das crianças, de preferência em local alto ou trancado, olhe sempre a validade dos remédios antes de usar, e quando for jogar fora, certifique de esvaziar os potes com líquidos e trancar bem o lixo!

As Lojas Canto de Anjo e Cegonha Baby ficam na rua Joaquim Nabuco, ao lado da maternidade Regina Pacis, em Porto Velho.

O telefone de lá é: 69-3229-5086. As lojas ficam abertas de segunda a sexta das 8h às 18h, e sábado até as 13hs.

E vocês, já montaram os seus kits de higiene? Me conta aí, o que não pode faltar?

Beijo beijo 

Leia mais...
♥ Mãe e Bebê

ITENS INDISPENSÁVEIS PARA MIM DURANTE A AMAMENTAÇÃO

FullSizeRender

Meu Top 5 da amamentação! Espero ajudar algumas mães nesse momento que, para mim, na proporção que é prazeroso e lindo, é dolorido (mas só no começou, viu? ), e nem todo mundo sabe que dói!

Itens indispensáveis para mim nesse momento de início da amamentação:

 1- MAMARE: é um protetor de seios com gel que uso após as mamadas, serve para prevenir e tratar fissuras do mamilo. O bico do meu seio, não rachou, mas ficou muito dolorido e sensível, enquanto amamento, ele fica na geladeira, depois é só colar no mamilo e por o sutiã por cima, o alívio é imediato e relaxante, ainda passo bepantol derma pra ajudar!

2- BOMBA MANUAL TIRA LEITE: Meu leite levou dois dia para descer direito, inclusive o colostro, estimulava com a bombinha, e hoje nos intervalos das mamadas eu uso para aliviar as mamas, e auxiliar a ordenha manual também. Ela suga como uma ventosa e é necessário fazer massagens manuais para ajudar. Vende na @cantodeanjo

3- CONCHA PÓS PARTO BASE FLEXÍVEL: Facilita a amamentação por conta do coletor, quando uma mama é estimulada, a outra também sai leite, então, uso nas ocasiões onde o leite derrama muito, não durmo com a concha, e não passo o dia com ela. Lá no BLOG tem uma matéria bem completa explicando sobre o uso dessas conchas. Vende na @cantodeanjo e eu já falei sobre os tipos de concha neste post aqui

4- ALMOFADA PARA AMAMENTAÇÃO: Ajuda a diminuir o desconforto nos ombros e coluna durante a amamentação e sustenta o bebê. Com o tempo, o bebê ganha peso e a cada dia, fica mais difícil amamentar sem um suporte, fico com as mãos livres para dar carinho enquanto amamento. Também vende na Canto de Anjo, inclusive em outros tamanhos e na estampa do enxoval.

5-  BICO DE SILICONE: Cobrem  o mamilo e têm uma ponta projetada que fica dentro da boca do bebê durante a mamada. Ele ajuda a formar o bico de quem não tem, o bebê mama bem melhor, não larga tanto e mama com mais continuidade. Sem contar que o bebê continua sentindo o cheiro da mãe. ?

 

Para mim tem sido a realização de um sonho, o fechamento de um ciclo. Tive dois tumores em uma das mamas e amamentar olhando para a cicatriz da cirurgia me tornou mais forte e confiante! ?? Deus sabe o que faz!

E vocês? Como foram primeiros dias de amamentação? ❤️

Espero ter ajudado contando minha experiência nesses primeiros dias. Amando trocar dicas por aqui com vocês❤️

As Lojas Canto de Anjo e Cegonha Baby ficam na rua Joaquim Nabuco, ao lado da maternidade Regina Pacis, em Porto Velho.

O telefone de lá é: 69-3229-5086. As lojas ficam abertas de segunda a sexta das 8h às 18h, e sábado até as 13hs.

Beijo Beijo 

Leia mais...
♥ Mãe e BebêThaís Lourenzzo

Relato de mãe – Erica Vairich dá 17 dicas infalíveis para viajar com filhos!

WhatsApp Image 2017-05-30 at 15.14.23
Bangkok – Thailandia no templo do Buda de ouro

Oi mamães!! O post de hoje é super especial! É de uma mãe de dois bebês que ama viajar, isso mesmo! Eu aposto que esse tema é muito procurado por vocês, então pedi para a Érica nos ajudar nessa tarefa!! Ela sempre viaja com os filhos e já virou expert no assunto. Nós daqui de casa, ainda não tivemos essa experiência, mas nem por isso, vou deixar de dar esse help para as amigas né?

Então vamos lá:

“Eu e meu marido sempre amamos viajar e a chegada dos nossos babies não mudou isso, pelo contrário, queremos continuar sempre que possível levar os dois para conhecer os diversos lugares, culturas e pessoas que esse mundo tem. Minha primeira viagem para fora do Brasil com um bebê foi para Dubai e Abu Dhabi quando Valentina tinha 9 meses, depois fomos para o Chile ?? quando estava grávida (6 meses) do Matheus e Valentina tinha 1 ano e 3 meses, e na última fomos para Thailandia com Matheus com 5 meses e Valentina 2 anos.

Foram todas aventuras maravilhosas, claro que tivemos algumas dificuldades, mas nada que fosse impossível de resolver e afetasse nossa vontade de continuar viajando muito mais.

Abu Dhabi na grande mesquita

Se preparando para a viagem

Sempre é bom nos atentarmos para algumas coisas importantes viajado com filhos.

1- Assim que confirmar a compra da passagem a maioria das cias aéreas disponibiliza as primeiras cadeiras para famílias com bebês, mas é preciso ligar na cia aérea com antecedência e solicitar a marcação dos assentos. Eles também disponibilizam um berço (baby bassinet) para bebês com  até 11kg, é uma mão na roda porquê o bebe dorme super confortável.

2- Escolha se possível voos noturnos sem conexão ou com poucas, você e as crianças ficaram menos cansados assim;

3- Na escolha do hotel é importante perguntar se você poderá usar a cozinha ou se terá uma mini cozinha já no quarto e se eles disponibilizam berço;

4- Solicite o transfer do hotel para fazer o trajeto do aeroporto ao hotel, chegamos cansados da viagem de avião, e é muito melhor ter no aeroporto, um carro te esperando e se você avisar que está com bebê eles providenciam água, lenços úmidos e a cadeirinha para o bebê, na maioria das vezes;

5- Marque uma consulta com o pediatra antes da viagem, ele te dará uma lista com remédios que você deve levar em caso de necessidade (vomito, febre, diarreia, gripe etc…) Você deve levar a receita junto pois alguns países exigem;

6- Faça um excelente seguro saúde, gosto da Assist Card, pois eles têm planos no qual o médico vai até o seu hotel atender. Não confie em seguros do cartão de crédito, na maioria das vezes é super difícil para acionar, não economize nisso, é a saúde dos seus filhos, fora do Brasil pagar médicos particulares é muito mais caro

Dubai com o Burj Al Arab ao fundo

Fazendo as malas

7- Gosto de ser prática, é difícil sendo mãe, mas tente não levar muita coisa, algumas coisas como fraldas descartáveis, lata de leite, lenços umedecidos, papinhas prontas etc… Tem em todo lugar do mundo das mesmas marcas e até melhores do que tem aqui no Brasil, você não precisa levar muito desses itens.

8- Assim que chegar no destino veja um supermercado próximo e pronto, lá você vai achar tudo que encontraria aqui, acredite em mim.

9- Duas mudas de roupas por dia para as crianças, são suficientes. Na bagagem de mão leve as fraldas pra usar por dois dias por segurança, lenço, pomada para assadura, o que seu filho vai comer ou leite que vai mamar, e brinquedos para ajudar na distração durante o voo, sempre levo para minha filha maior, giz de cera e papel para pintar.

10- LEVE um carrinho guarda-chuva e um sling, leve os dois! Acredite, são sua salvação na hora da soneca.

No templo do gigante Buda deitado

 

Palácio Lá Moneda em Santiago

Durante voo

11- Já tive algumas experiências de voos bem longos SP-Dubai 15 horas direto, SP- Thailandia 22 horas (conexão em Abu Dhabi) pegue a dicas acima de voo noturno e o berço, eu amamento, então e mais prático porque o leite tá sempre pronto pra tomar,  e ajuda nos pousos e decolagens o bebe estar mamando para não irritar o ouvido (vale o mesmo pra mamadeira)

12- Ande pelo corredor do avião com seu bebê, ele vai detestar ficar parado no mesmo lugar e vai chorar, passeie muito mesmo, brinque com os outros passageiros e com a tripulação, todos amam um bebê que não está chorando.

Santiago vista de cima, passeio de teleférico

Programe seu roteiro

13- Não será sempre que você vai cumprir, mas é bom se programar, tenha em mente que você está com bebês pequenos, respeite as horas das sonecas e os deixe descansar, você deve ver a diferença de fuso para o país que você vai visitar e tente manter uma rotina semelhante à que você teria em casa, adaptada ao fuso do destino;

14- Hora do banho, hora da comida, hora da soneca… Seu bebe não ficará tão enjoado e você vai curtir mais a viagem. Tente na hora da soneca estar num local mais calmo, aí e só colocar o bebe no carrinho ou sling e pronto.

15- Se você tiver condições contrate um transfer para fazer seus passeios, ou alugue um carro pois é uma mega facilidade ter um carro como seu ponto de apoio deixando lá tudo o que você vai precisar em uma emergência.

Relógio de flores de Vina Del Mar, Chile

 

Visitando as vinícolas no interior do Chile com as cordilheiras dos Andes ao fundo

Alimentação dos bebês

16- Essa é uma das maiores dúvidas, mas é muito simples, para bebês que já comem sólidos, frutas e legumes né!? Isso tem em todo lugar do mundo, é só logo que chegar ao destino ir ao supermercado e comprar tudo o que seu filho habitualmente come, tem banana na Thailandia, tem manga rosa brasileira em Dubai, tem mamão no Chile… E digo mais, as frutas fora do Brasil são ainda mais bonitas e saborosas

17- Refeições como almoço e jantar peça um peixe ou carne com legumes bem cozidos nos restaurantes, amasse e voilà uma papinha deliciosa e fresca para seu babie. Não precisa dar uma de mamãe neurótica e estocar papinha na mala não. Relaxe, quando tiver fome seu bebe vai comer, e o melhor vai experimentar alimentos diferentes (minha filha ama damasco fresco, carne de carneiro graças a viagens).

Bom, as principais dicas são essas. Vale dizer que eu também sempre viajo com meus sogros que nos ajudam muito com as crianças, mas é claro que podem haver momentos de choro, sono e irritação, mas tudo isso acontece em casa também!  Mantenha a calma e tranquilidade, tenha em mente que viajando eles vão se distrair mais com tudo novo a sua volta e acabam se saindo muito melhor do que imaginamos, todo mundo gosta de passear, até os babies. Um beijo, Erica!”

Nossa! Esse post vale ouro hein? Partiu fazer as malas e viajar com as crianças!! Agora, olha só as fotos maravilhosas que ela coleciona:

Dubai no Burj Khalifa prédio mais alto do mundo

 

Com o Buda de ouro que pesa 3,5 toneladas de ouro maciço

 

Em Ching Mai no interior norte da Thailandia, fronteira com Myanmar e Laos

 

Na tribo das mulheres girafas no interior da Thailandia

 

Na famosa Maya Bay (do filme a Praia) em Ko Phi Phi lee, Thailandia

 

Novamente em Dubai agora com Matheus e Valentina

Erica Vairich é mãe de dois babies, Valentina de 2 anos e 6 meses e Matheus de 9 meses. Ela participou da coluna Relato de Mãe aqui no Blog!! Muito obrigada Erica!

Se você também quiser deixar seu relato aqui no blog, eu vou amar muuuuito! E aposto que outras mães também!!! Só mandar um e-mail ou me chamar em alguma rede social que a gente conversa e você participa também, afinal mães que se ajudam, são mais desenroladas, não é?

Beijo Beijo 

Leia mais...
♥ Mãe e BebêThaís Lourenzzo

Oito Produtos para bebês

IMG_0296

Olá! Tudo bem mamães?! A partir deste mês, vou trazer para vocês alguns produtos que são novidades ou que são muito úteis para nossos bebês ou que facilitam nossa vida! Aqueles produtos da categoria “Como não comprei antes” sabe? rsrsrs

Então, vou começar pela mamadeira. O modelo da Dr. Brown´s tem um exclusivo sistema de ventilação que reduz as cólicas dos bebês. Este modelo é o menor, por dentro a mamadeira possui várias pecinhas pra ajudar o bebê que sofre de cólicas. Ainda vem com uma escovinha para limpeza, mas a marca vende outras escovinhas também.

Sacos esterilizadores

Pra salvar a vida dos pais fora de casa. A embalagem vem com seis unidades que podem ser utilizados atá 20 vezes, é só colocar a mamadeira, chupeta ou até as conchas para amamentação e ligar o microondas. Não precisa ferver água, panela ou outra coisa. Para quem vai viajar e está na fase de papinhas ou mamadeiras é ótimo.

Luva para higiene bucal de bebês

Oral Care Rabbit da MAM. Enquanto que a gaze é mais trabalhosa para ajeitar nos dedos e rasga fácil, a fralda pode engasgar o bebê, a luvinha é bem macia mas de consistência firme e resistente, sem contar que distrai o bebê e deixa o momento mais divertido.

Talheres para papinha para bebês canhotos

Produto autoexplicativo, mas de uma grande importância, estimula a coordenação motora na fase de introdução alimentar

Externsores de body

Item obrigatório em todo enxoval. Aliado na hora em que as roupinhas ficam apertadas, por mais que o tamanho seja compatível com o tamanho do bebê, tem o volume que a fralda faz e aperta, deixando as roupinhas com uma vida útil menor. Os extensores alongam a roupinha em três tamanhos, um alívio para o nosso bolso.

Colher dosadora de papinha

Mais um item pra diminuir o peso e a quantidade de coisa que carregamos em cada saída de casa. É só apertar que a papinha sai na colher.

Copo Avent 360

Copo Philips Avent para bebês auxiliam na transição  para aprender a beber líquidos sem fazer aquela bagunça, possui uma válvula antivazamento que é ativada com a sucção, permitindo que o bebê tome o líquido pela borda, como em um copo de adultos.

Bom, acho que é isso, espero ter ajudado vocês com esses produtos que facilitam nossas vidas de mãe. Agora, me contem, qual produto vocês acham que é essencial e qual a experiencia de vocês com esses itens?

Todos esses produtos são vendidos na Loja Canto de Anjo. O endereço de lá é Rua Joaquim Nabuco, nº 2780, Bairro Olaria, ao lado do Hospital e Maternidade Regina Pacis. Os telefones de lá são: 69-3229-5086 e 69-9 9251-4369.

Leia mais...
error: Este conteúdo é protegido