fechar

Thaís Lourenzzo

Thaís Lourenzzo

DICAS PARA TIRAR PASSAPORTE PARA BEBÊS

Shoot!

Olá! Outro dia fiz uma enquete no Stories, para saber se minhas seguidoroas do instagram queriam dicas para tirar passaporte dos bebês! O resultado foi 100% Sim \0/ Fiquei tão feliz!

Bom, o processo é simples, e para dar uma mãozinha às mamães resolvi fazer esse post e contar tim tim por tim tim tudo o que você precisa fazer para conseguir o documento. Se liga nessas dicas para tornar a sua viagem com seus pequenos mais simples, fácil, gostosa e sem aqueles perregues chatos que ninguém merece né?

Eu não tinha planos de mexer com coisas tão cedo, mas uma viagem apareceu e acabamos tirando o passaporte da Luísa antes mesmo dela completar um ano. O processo todo foi mais simples do que eu esperava. Mas muito cuidado com os prazos! Se você tiver uma viagem internacional marcada, não demore para dar entrada com o processo de solicitação do passaporte.

A emissão do passaporte não acontece rápido. Aqui em Porto Velho, consegui agendar o atendimento com facilicade, mas sei que em outras cidades, essa parte pode levar semanas. Além disso, problemas como suspensão da emissão de novos passaportes podem acontecer a qualquer momento e sem aviso prévio.

Vamos ao passo a passo de como tirar o passaporte para um bebê, que eu explico como funciona o processo.

DOCUMENTOS NECESSARIOS

Quando você pensa na emissão do passaporte do seu filho, qual é a primeira dúvida que lhe vêm à cabeça? Tenho certeza de que são os documentos necessários durante o processo de emissão. Por isso, antes de mais nada, veja o que você vai precisar levar no dia do seu agendamento na Polícia Federal.

  • Foto 5×7 do bebê – A foto deve ser recente, colorida, com fundo branco e sem data para as crianças menores de 3 anos (pois os pequeninos podem não colaborar no dia do agendamento). Para as maiores de 3 anos, a foto será tirada durante o próprio atendimento na Polícia Federal;

*Importante: A foto que você vai levar na PF, o bebê deve estar com a cabecinha reta (o que pode ser difícil para bebezinhos). Vale caprichar na foto, para não correr o risco de ter a foto e o passaporte negados no dia do atendimento, fizemos a foto da Luísa em um estúdio, pagamos 15 reais, depois de ter tentado em casa, várias vezes sem sucesso.

  • Certidão de Nascimento do bebê ou da criança (a partir dos 12 anos de idade, é necessário levar o RG em substituição à certidão);
  • Documentos de RG e CPF dos pais (vale também a carteira de motorista ou outro documento com foto que contenha essas informações). Caso um dos pais não esteja presente no dia, uma autorização do pai ausente para a emissão do passaporte com firma reconhecida. Atenção para a data de validade dos documentos e se estão em bom estado. Eles podem ser recusados caso não estejam em bom estado de conservação.
  • Comprovante de pagamento da GRU, Guia de Recolhimento da União impresso (taxa de R$257,25*, a ser paga antes do agendamento ser realizado). * Valor de agosto de 2017.
  • Protocolo impresso;
  • Formulário de autorização de viagem preenchido.

*Importante: Caso um dos pais não esteja presente no dia da visita à PF, é necessário levar uma autorização do pai ausente para a emissão do passaporte. Atualmente há três opções de autorização: 1. Para expedição do passaporte e viagem internacional com um dos pais (que constará do passaporte – por isso no dia da viagem não será necessária nova autorização); 2. Para expedição do passaporte e viagem internacional com um dos pais ou desacompanhado; 3. A mais simples: apenas para a emissão do passaporte (nesse caso será preciso levar uma nova autorização do pai ausente para que a criança consiga embarcar).

No dia agendado a criança tem que estar presente, e no nosso caso a visita foi super rápida e eficiente. Conferiram todos os documentos e nos deram um comprovante, que foi o que usei para buscar o passaporte. Para buscar a criança não precisa ir e não é necessária a presença dos dois pais.

PREENCHIMENTO DA SOLICITAÇÃO DE PASSAPORTE: 

Essa parte dá um trabalhinho, mas não demora muito. Para solicitar a emissão de passaporte, é preciso entrar no portal da Polícia Federal, e selecionar a opção “Requerer Passaporte”. depois basta clicar em “emissão do passaporte” e preencher o formulário com os dados do bebê.

Antes de enviar esse formulário, você deverá escolher a cidade e o local em que deseja ser atendido.

Depois disso, um boleto de pagamento será gerado (a GRU). Você pode imprimi-lo e levá-lo a um banco, ou efetuar o pagamento online (o que agiliza o processo, uma vez que dessa forma você conseguirá fazer o agendamento na sequência).

4) Só depois do pagamento efetuado, você conseguirá acessar a parte do site da Polícia Federal que agenda sua visita no local escolhido. Você também pode acompanhar o processo de agendamento por aqui.

AUTORIZAÇÃO PARA EXPEDIÇÃO DO PASSAPORTE E AUTORIZAÇÃO DE VIAGEM:

Por se tratar do passaporte de uma menor de idade, tem que preencher um formulário de autorização. São três modelos de formulário. No final do preenchimento da solicitação do passaporte, aparecem as opções para selecionar qual será utilizado.

Como a Luísa é um bebê e não pretende viajar desacompanhada dos pais no próximo ano, utilizamos o Formulário padrão de autorização de expedição de passaporte para menores com inclusão de autorização de viagem internacional no passaporte comum (poderes p/ genitor)

Esse formulário permite que a crainça viaje acompanhada apenas do pai ou da mãe. A autorização vem impressa no passaporte. Caso ela viaje sozinha comigo ou com o Eduardo, não precisa apresentar autorização de viagem no momento que ela passar no controle migratório para deixar o país.

Os outros modelos de formulário para que servem? Um autoriza o menor a viajar sozinho (Formulário padrão de autorização de expedição de passaporte para menores com inclusão de autorização de viagem internacional no passaporte comum (poderes amplos)). E o outro apenas autoriza expedir o passaporte, sem autorização de viagem (Formulário padrão de autorização para concessão de passaporte para menor).

AGENDAMENTO DE ATENDIMENTO

Só é possível agendar atendimento após a compensação bancária do pagamento da taxa de emissão, que leva até 72 horas. O agendamento também é feito pelo site e há épocas do ano que as datas são bem concorridas. Como fiz em agosto, estava tranquilo por aqui em Porto Velho.

ATENDIMENTO

Importante: No atendimento a criança precisa estar presente e acompanhada pelos pais! Caso um dos pais não possa comparecer, é necessária uma autorização do que está ausente para emissão do passaporte. Essa autorização precisa estar com firma reconhecida. Todos os documentos apresentados precisam ser originais e estar em bom estado de conservação. Os agentes da PF vão conferir o cadastro com os documentos.

ENTREGA DO PASSAPORTE

No atendimento será gerado um novo protocolo com a data de entrega. Esse prazo varia muito de lugar, aqui em Porto Velho, levou cerca de 30 dias. É enviado um e-mail com o aviso que o passaporte está disponível para ser retirado. No site da Polícia Federal fala que no ato de entrega do passaporte a criança precisa estar presente juntamente do pai ou da mãe (não há necessidade dos dois estarem presentes). Aí vale perguntar no dia do atendimento se precisa levar o bebê. Aqui em Porto Velho não precisa.

Passaporte em mãos, é importante observar que a validade do passaporte de crianças é diferente:

IDADE VALIDADE
MENORES DE 1 ANO 1 ANO
1 ANO COMPLETO A 2 ANOS INCOMPLETOS 2 ANOS
2 ANOS COMPLETOS A 3 ANOS INCOMPLETOS 3 ANOS
3 ANOS COMPLETOS A 4 ANOS INCOMPLETOS 4 ANOS
4 ANOS COMPLETOS A 18 ANOS INCOMPLETOS 5 ANOS
18 ANOS COMPLETOS OU MAIS 10 ANOS

Dicas preciosas:

Para viagens dentro do Brasil, a certidão de nascimento da criança é suficiente. Viagens dentro do Mercosul (Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela), é necessário ter o documento de identidade. Mas se o destino vai além do Mercosul, o bebê ou criança precisa ter um passaporte e, dependendo do país de destino, pode ser necessário emitir o visto.

A segunda dica diz respeito ao agendamento para a emissão do passaporte: em muitas cidades, é difícil encontrar uma data próxima, no local em que você pretende comparecer. Se isso estiver acontecendo com você, tente acessar o site do agendamento próximo ao fim do dia, entre 16 e 17h – dizem que é nesse horário que o sistema disponibiliza vagas remanescentes, de agendamentos que foram desmarcados. Uma outra alternativa, em caso de urgência (quando sua viagem está muito próxima, por exemplo), é comparecer pessoalmente junto com a criança e todos os documentos necessários na unidade da Polícia Federal onde é feito o atendimento. Explicando a situação, é possível que você consiga marcar um dia mais próximo para a entrevista.

Bem, o processo para emissão do passaporte do bebê é esse. Parece um bicho de sete cabeças, mas como falei, na verdade é muito simples. Todas as informações podem ser encontradas bem detalhadinhas no portal da Polícia Federal http://www.pf.gov.br/servicos-pf/passaporte. Ou então, deixa um comentário aqui que eu eu ajudo no que for possível.

Beijo Beijo ♥ 

Leia mais...
Thaís Lourenzzo

Olho Seco… E agora? 9 super dicas de oftalmologista para tratar esta doença!

WhatsApp Image 2017-08-07 at 17.57.48

O olho seco é uma doença multifatorial e causa uma variedade de sintomas que inclusive altera a  função  visual e qualidade de visão.

Essas alterações da superfície ocular levam a uma variedade de sintomas (ardência, sensação de ressecamento, queimação, olho vermelho, lacrimejamento, secreção, embaçamento visual, entre outros), que podem vir acompanhados, ou não de sinais clínicos identificados na consulta oftalmológica fala a Dra. Hévila Rolim, Oftalmologista em Porto Velho.

As causas

Existem muitos fatores que causam não só o olho seco, mas também disfunções da superfície ocular.  Idade, doenças sistêmicas como artrite, alergias ou algumas doenças de pele, meio ambiente seco, com fumaças ou muito vento, uso de medicações como anti-histaminicos ou antidepressivos, podem contribuir para o surgimento da disfunção lacrimal.

9 super dicas da Dra. Hévila para tratar o olho seco e a doença da superfície ocular 
  1. Visite seu oftalmologista 1x|ano;
  2. Ajuste o ambiente de trabalho e lazer: Evite ficar diretamente exposto à saída do ar condicionado, evite ambientes com muito vento ou fumaça,  proteja os olhos e ajuste a posição da tela do computador;
  3. Faça pausas na leitura ao usar equipamentos eletrônicos para possibilitar que seus olhos descansem e pisque regularmente;
  4. Use um umidificador em casa e no seu local de trabalho (especialmente em locais com baixa umidade do ar)
  5. Evite a exposição a substâncias irritantes como pólen, poluição e fumaça;
  6. Consuma alimentos ricos em ômega 3 e 6, ou acrescente esses suplementos à sua dieta para melhorar a qualidade da lágrima;
  7. Mantenha uma higiene ocular adequada. Uma boa higiene dos cílios e pálpebras contribui bastante para a melhora dos sintomas (dica valiosa para quem usa maquiagem)
  8. Não esfregue os olhos, mesmo que possa sentir-se bem temporariamente, pode causar ou piorar a irritação ocular;
  9. Se você tem o diagnóstico de olho seco, utilize sua lágrima artificial regularmente conforme a orientação do seu oftalmologista (em geral 2 a 4x/dia).  Essa lágrima também chamada de lubrificante ocupa ajuda muito no alívio dos sintomas e na qualidade da visão.

 

 

Todos estes cuidados, devem ser feitos tanto para o bem-estar dos olhos, quanto para preservar a saúde ocular. Não tratar, pode trazer complicações que vão desde inflamação até lesões na córnea, ou seja, problemas que levam a redução da visão.

Dra. Hévila me deu essas quatro amostras de colírios lubrificantes para usar e ver qual o mais confortável para minha superfície ocular, são de laboratórios diferentes e com composições diferentes, mas todos tem a função básica de lubrificar a superfície ocular e aliviar os sintomas do olho seco.
O Lacrifilm é bom, não havia testado antes, senti a sensação de que pinguei um colírio/remédio em meus olhos, senti arder um pouco, bem pouco, mas depois passou, Nota 7;
Systane UL é o mais fácil de encontrar nas farmácias, já usei muito, não senti que lubrificou taaanto quando os outros, em dias mais secos, preciso usar mais vezes, e em dias de muita fumaça, vou preferir usar outro, nota 8;
Lacrilax é o que estou usando no momento, uma gota apenas já resolve, já sinto diferença no mesmo minuto, não preciso ficar pingando nos olhos a cada duas horas, ele aguenta bem, nota 9;
Hyabak para mim é o melhor de todos, não possui conservante, por isso é o mais indicado para mulheres grávidas, posso aplicar quantas vezes achar necessário, mas o efeito dele dura muito, porém ele é o mais caro de todos, vale o quanto pesa, nota 10.
Lembrando que a compra de colírios lubrificantes é livre de prescrição médica, porem só o médico consegue diagnosticar o problema, levando em conta que muitas pessoas tratam o problema de olhos secos no balcão da farmácia.
Portanto, este post serve de alerta para as pessoas procurarem um oftalmologista periodicamente. Este post não substitui uma consulta médica.

 

A Dra. Hévila também é oftalmologista infantil, atende bebês e crianças de todas as idades, depois, vou fazer um post contando sobre cuidados com a visão dos bebês que os pais devem ter.
O consultório da Dr.a Hévila, está localizado a Rua Quintino Bocaiúva, nº 1549, Bairro São Cristóvão.
Para agendar uma consulta, o telefone de lá é 3302-0511, 99218-8245 ou  98129-7511.

Leia mais...
Thaís Lourenzzo

A tendência dos itens metalizados chegaram para ficar!

metalizados3

Os itens metalizados a cada estação se renovam e viram tendência. Mas não é aquele tipo de tendência que vira febre e todo mundo sai usando por toda a parte, pois não agrada a todas. Peças como vestidos, calças ou camisas por exemplo, são mais chamativas, algumas até extravagante, mas muito estilosas. Peças assim, deixa muitos com receio. Então, ela aparece de pouco em pouco, em algumas lojas… Não é o tipo de trend que todo mundo nota. Eu amo, acho lindo.

Hoje separei algumas imagens para te inspirar! Para te mostrar como esse tipo de item faz toda a diferença em uma produção, e como é super aceitável no dia a dia também. O metalizado pode aparecer nos acessórios, como o caminho mais fácil para começar a se aventurar.

O metalizado transforma o guarda-roupa em um verdadeiro jogo de luzes! Separei algumas peças para servir de inspiração e entrar na onda:

Os sapatos também entram no mood e ajudam a compor looks superestilosos! Que tal investir na tendência dos metalizados começando pelos pés?

 

 

No meu look de hoje, a peça metalizada foi a saia plissada. Olha só como ficou com outras peças de cores neutras que se combinam entre si.

 

Beijo Beijo 

Leia mais...
♥ Mãe e BebêThaís Lourenzzo

Ítens indispensáveis na Hora de montar o kit higiene do bebê

IMG_5660-1024×768

Toda mãe passa pelo ritual da compra do kit de higiene no primeiro enxoval, é uma fase deliciosa. Tem mãe que gosta de seguir listas, tem mãe que compra conforme for havendo necessidade de algum item e por aí vai… Hoje existem várias listas, algumas exageradas outras bem bacanas com o básico mesmo. Dizer o que realmente você vai precisar é de certa forma pretensioso. Então, a dica é sempre pesquisar, e seguir seu instinto materno.

Alguns itens são úteis para a maioria das mães, por facilitar o dia a dia na hora da troca de fraldas, banho e higiene do bebê, para os casos de resfriados, assaduras, febre, coceiras e outras coisinhas que podem surgir no bebê.

Ao nascer, o bebê precisa de cuidados e produtos específicos para a pele e cabelo de bebê. Não dá pra usar com ele o shampoo que você usa em você ou o hidratante do filho mais velho.

Reuni alguns produtos que uso aqui em casa e funcionou comigo. Dá uma olhada:

1. Cotonetes

Eles servem para realizar a limpeza do coto umbilical nos primeiros dias de vida e até que o umbigo caia. Também servem para limpar as orelhinhas, mas sempre com muito cuidado nesta região.

2. Algodão

Serve para praticamente todo tipo de limpeza nos primeiros meses de vida. Os médicos não recomendam usar lenços umedecidos em casa, apenas quando precisar trocar fraldas fora de casa, a pele do bebê ainda é muito sensível e os lencinhos podem irritar, por mais que na embalagem conste que não contem álcool, outras substancia pode causar assaduras.

Esses quadrados de algodão é uma outra opção para usar na limpeza, são práticos e fácil de levar, são mais caros do que a bolinha de algodão, testei e deu certo comigo.

3. Lencinhos umedecidos Pampers Sensitive

Eles são indicados para andar na sua bolsa e trocas de fraldas ocasionais fora de casa, eu gosto muito dos lencinhos da Pampers porque tem textura suave, não tem cheiro, e possui um bom custo benefício, comecei usar na Luísa após o terceiro mês, para limpar os pés, as mãos e a gente acaba usando em tudo, até comigo, para limpar as minhas mãos rsrsrs

4. Mini garrafa térmica

Uma mão na roda durante a troca de fraldas da madrugada, armazena a água morna para um ou dois dias de troca. Aquele pote serve para por a água e molhar o algodão, nos potinhos guardo algodão de bolinha e os cotonetes. Este kit higiene, é da Canto de Anjo, uma loja cheia de coisas lindas daqui de Porto Velho!

5. Trocador

Este é um item que uso muito, o trocador que tenho é um suporte que fica por cima da barra lateral do berço e nele coloco a almofada onde troco a bebê, ela é feita de uma espuma macia, e coberta por um plastico e sempre que suja ou uma vez por dia, eu limpo com um papel toalha e álcool, ele foi feito no ateliê da Canto de Anjo, assim como todo o enxoval da Luísa. Amo rosa, chevron e cinza, deu pra perceber né? rsrsrs

6. Luva e dedeira de higiene bucal para bebês:

Esta luva serve para fazer a higiene da gengiva do bebê após as mamadas, na fase em que os dentinhos começam a nascer eles também agradecem a “coçadinha” que ela faz! Você usa assim, sem nenhum tipo de pasta de dente e deve fazer desde os primeiros meses para evitar a formação de placa, tártaro e etc. A dedeira serve quando a boca do bebê é maior, lá pelos seis meses de vida.

7. Soro Fisiológico

Este produto é um grande aliado e também mil e uma utilidades. Uso na Luísa para limpar os olhos e o rosto quando acorda, molhando um pouco no algodão. Também serve para fazer inalação naqueles dias de tossinha, resfriados e tempo muito seco. Dica: Soro não deve ser armazenado na geladeira viu?

8. Alcool 70%

Uso para limpar o coto e o umbigo após o banho. Os hospitais costumam fornecer, mas você também encontra em farmácias. É bem baratinho e apenas 1 frasquinho é suficiente. Acho que paguei uns três reais nesse potinho aí.

9. Cortador de unhas e escova de cabelos

Eu prefiro o cortador de unhas ao invés da tesourinha. Esse kit é da Multikids Baby, é completo, vem com tudo que preciso e uso até hoje! A Luísa ainda está carequinha, ainda não usei o pente rsrsrs

10. Hidratante corporal

A pele dos bebês é muito fininha e por isso, precisam de um hidratante específico para as peles super delicadas. Você também vai perceber que a pele do bebê vai mudando com o passar dos dias, as vezes até descama, solta penugem, faz uma troca mesmo. Escolhi este hidratante da Natura.

11. Shampoo da cabeça aos pés Natura Mamãe e Bebê

Pra facilitar a hora do banho, os shampoos “da cabeça aos pés” são uma grande ajuda. Você não precisará de outro produto e as embalagens normalmente tem um sistema com tampa pump super facilitadora para o momento em que você só tem uma mão livre (a outra precisa estar segurando o bebê). Eu uso esses dois da Natura Mamãe e Bebê, um é para aquele banho antes de dormir.

12. Nosefrida

O Nosefrida é um acessório que permite que você sugue a “meleca” de nariz do bebê. Sem nojo, o acessório é uma espécie de mangueirinha que tem uma espuma/filtro que não deixa a “meleca” chegar na sua boca. Eu uso após o banho, quando a meleca fica molinha rsrsrs

13. Termômetro digital

Hoje em dia tem muitos termômetros digitais por aí, eu usei, uso e confio neste modelo prático. Ele mede a temperatura do ambiente também. Hoje no mercado podemos encontrar alguns modelos que avisam quando é febre ao atingir mais de 37,5 graus.

Não quis falar dos medicamentos, pois cada bebê tem as suas necessidades, e cada pediatra tem sua conduta e  NUNCA MEDIQUE O SEU BEBÊ SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA! Estes são os itens que eu usei e ainda uso aqui em casa, na hora de montar a sua farmacinha é sempre bom perguntar ao pediatra sobre os produtos e acessórios mais indicados e conforme o bebê for crescendo é bom manter a farmacinha longe do alcance das crianças, de preferência em local alto ou trancado, olhe sempre a validade dos remédios antes de usar, e quando for jogar fora, certifique de esvaziar os potes com líquidos e trancar bem o lixo!

As Lojas Canto de Anjo e Cegonha Baby ficam na rua Joaquim Nabuco, ao lado da maternidade Regina Pacis, em Porto Velho.

O telefone de lá é: 69-3229-5086. As lojas ficam abertas de segunda a sexta das 8h às 18h, e sábado até as 13hs.

E vocês, já montaram os seus kits de higiene? Me conta aí, o que não pode faltar?

Beijo beijo 

Leia mais...
♥ Mãe e BebêThaís Lourenzzo

Relato de mãe – Erica Vairich dá 17 dicas infalíveis para viajar com filhos!

WhatsApp Image 2017-05-30 at 15.14.23
Bangkok – Thailandia no templo do Buda de ouro

Oi mamães!! O post de hoje é super especial! É de uma mãe de dois bebês que ama viajar, isso mesmo! Eu aposto que esse tema é muito procurado por vocês, então pedi para a Érica nos ajudar nessa tarefa!! Ela sempre viaja com os filhos e já virou expert no assunto. Nós daqui de casa, ainda não tivemos essa experiência, mas nem por isso, vou deixar de dar esse help para as amigas né?

Então vamos lá:

“Eu e meu marido sempre amamos viajar e a chegada dos nossos babies não mudou isso, pelo contrário, queremos continuar sempre que possível levar os dois para conhecer os diversos lugares, culturas e pessoas que esse mundo tem. Minha primeira viagem para fora do Brasil com um bebê foi para Dubai e Abu Dhabi quando Valentina tinha 9 meses, depois fomos para o Chile ?? quando estava grávida (6 meses) do Matheus e Valentina tinha 1 ano e 3 meses, e na última fomos para Thailandia com Matheus com 5 meses e Valentina 2 anos.

Foram todas aventuras maravilhosas, claro que tivemos algumas dificuldades, mas nada que fosse impossível de resolver e afetasse nossa vontade de continuar viajando muito mais.

Abu Dhabi na grande mesquita

Se preparando para a viagem

Sempre é bom nos atentarmos para algumas coisas importantes viajado com filhos.

1- Assim que confirmar a compra da passagem a maioria das cias aéreas disponibiliza as primeiras cadeiras para famílias com bebês, mas é preciso ligar na cia aérea com antecedência e solicitar a marcação dos assentos. Eles também disponibilizam um berço (baby bassinet) para bebês com  até 11kg, é uma mão na roda porquê o bebe dorme super confortável.

2- Escolha se possível voos noturnos sem conexão ou com poucas, você e as crianças ficaram menos cansados assim;

3- Na escolha do hotel é importante perguntar se você poderá usar a cozinha ou se terá uma mini cozinha já no quarto e se eles disponibilizam berço;

4- Solicite o transfer do hotel para fazer o trajeto do aeroporto ao hotel, chegamos cansados da viagem de avião, e é muito melhor ter no aeroporto, um carro te esperando e se você avisar que está com bebê eles providenciam água, lenços úmidos e a cadeirinha para o bebê, na maioria das vezes;

5- Marque uma consulta com o pediatra antes da viagem, ele te dará uma lista com remédios que você deve levar em caso de necessidade (vomito, febre, diarreia, gripe etc…) Você deve levar a receita junto pois alguns países exigem;

6- Faça um excelente seguro saúde, gosto da Assist Card, pois eles têm planos no qual o médico vai até o seu hotel atender. Não confie em seguros do cartão de crédito, na maioria das vezes é super difícil para acionar, não economize nisso, é a saúde dos seus filhos, fora do Brasil pagar médicos particulares é muito mais caro

Dubai com o Burj Al Arab ao fundo

Fazendo as malas

7- Gosto de ser prática, é difícil sendo mãe, mas tente não levar muita coisa, algumas coisas como fraldas descartáveis, lata de leite, lenços umedecidos, papinhas prontas etc… Tem em todo lugar do mundo das mesmas marcas e até melhores do que tem aqui no Brasil, você não precisa levar muito desses itens.

8- Assim que chegar no destino veja um supermercado próximo e pronto, lá você vai achar tudo que encontraria aqui, acredite em mim.

9- Duas mudas de roupas por dia para as crianças, são suficientes. Na bagagem de mão leve as fraldas pra usar por dois dias por segurança, lenço, pomada para assadura, o que seu filho vai comer ou leite que vai mamar, e brinquedos para ajudar na distração durante o voo, sempre levo para minha filha maior, giz de cera e papel para pintar.

10- LEVE um carrinho guarda-chuva e um sling, leve os dois! Acredite, são sua salvação na hora da soneca.

No templo do gigante Buda deitado

 

Palácio Lá Moneda em Santiago

Durante voo

11- Já tive algumas experiências de voos bem longos SP-Dubai 15 horas direto, SP- Thailandia 22 horas (conexão em Abu Dhabi) pegue a dicas acima de voo noturno e o berço, eu amamento, então e mais prático porque o leite tá sempre pronto pra tomar,  e ajuda nos pousos e decolagens o bebe estar mamando para não irritar o ouvido (vale o mesmo pra mamadeira)

12- Ande pelo corredor do avião com seu bebê, ele vai detestar ficar parado no mesmo lugar e vai chorar, passeie muito mesmo, brinque com os outros passageiros e com a tripulação, todos amam um bebê que não está chorando.

Santiago vista de cima, passeio de teleférico

Programe seu roteiro

13- Não será sempre que você vai cumprir, mas é bom se programar, tenha em mente que você está com bebês pequenos, respeite as horas das sonecas e os deixe descansar, você deve ver a diferença de fuso para o país que você vai visitar e tente manter uma rotina semelhante à que você teria em casa, adaptada ao fuso do destino;

14- Hora do banho, hora da comida, hora da soneca… Seu bebe não ficará tão enjoado e você vai curtir mais a viagem. Tente na hora da soneca estar num local mais calmo, aí e só colocar o bebe no carrinho ou sling e pronto.

15- Se você tiver condições contrate um transfer para fazer seus passeios, ou alugue um carro pois é uma mega facilidade ter um carro como seu ponto de apoio deixando lá tudo o que você vai precisar em uma emergência.

Relógio de flores de Vina Del Mar, Chile

 

Visitando as vinícolas no interior do Chile com as cordilheiras dos Andes ao fundo

Alimentação dos bebês

16- Essa é uma das maiores dúvidas, mas é muito simples, para bebês que já comem sólidos, frutas e legumes né!? Isso tem em todo lugar do mundo, é só logo que chegar ao destino ir ao supermercado e comprar tudo o que seu filho habitualmente come, tem banana na Thailandia, tem manga rosa brasileira em Dubai, tem mamão no Chile… E digo mais, as frutas fora do Brasil são ainda mais bonitas e saborosas

17- Refeições como almoço e jantar peça um peixe ou carne com legumes bem cozidos nos restaurantes, amasse e voilà uma papinha deliciosa e fresca para seu babie. Não precisa dar uma de mamãe neurótica e estocar papinha na mala não. Relaxe, quando tiver fome seu bebe vai comer, e o melhor vai experimentar alimentos diferentes (minha filha ama damasco fresco, carne de carneiro graças a viagens).

Bom, as principais dicas são essas. Vale dizer que eu também sempre viajo com meus sogros que nos ajudam muito com as crianças, mas é claro que podem haver momentos de choro, sono e irritação, mas tudo isso acontece em casa também!  Mantenha a calma e tranquilidade, tenha em mente que viajando eles vão se distrair mais com tudo novo a sua volta e acabam se saindo muito melhor do que imaginamos, todo mundo gosta de passear, até os babies. Um beijo, Erica!”

Nossa! Esse post vale ouro hein? Partiu fazer as malas e viajar com as crianças!! Agora, olha só as fotos maravilhosas que ela coleciona:

Dubai no Burj Khalifa prédio mais alto do mundo

 

Com o Buda de ouro que pesa 3,5 toneladas de ouro maciço

 

Em Ching Mai no interior norte da Thailandia, fronteira com Myanmar e Laos

 

Na tribo das mulheres girafas no interior da Thailandia

 

Na famosa Maya Bay (do filme a Praia) em Ko Phi Phi lee, Thailandia

 

Novamente em Dubai agora com Matheus e Valentina

Erica Vairich é mãe de dois babies, Valentina de 2 anos e 6 meses e Matheus de 9 meses. Ela participou da coluna Relato de Mãe aqui no Blog!! Muito obrigada Erica!

Se você também quiser deixar seu relato aqui no blog, eu vou amar muuuuito! E aposto que outras mães também!!! Só mandar um e-mail ou me chamar em alguma rede social que a gente conversa e você participa também, afinal mães que se ajudam, são mais desenroladas, não é?

Beijo Beijo 

Leia mais...
♥ Mãe e BebêThaís Lourenzzo

Oito Produtos para bebês

IMG_0296

Olá! Tudo bem mamães?! A partir deste mês, vou trazer para vocês alguns produtos que são novidades ou que são muito úteis para nossos bebês ou que facilitam nossa vida! Aqueles produtos da categoria “Como não comprei antes” sabe? rsrsrs

Então, vou começar pela mamadeira. O modelo da Dr. Brown´s tem um exclusivo sistema de ventilação que reduz as cólicas dos bebês. Este modelo é o menor, por dentro a mamadeira possui várias pecinhas pra ajudar o bebê que sofre de cólicas. Ainda vem com uma escovinha para limpeza, mas a marca vende outras escovinhas também.

Sacos esterilizadores

Pra salvar a vida dos pais fora de casa. A embalagem vem com seis unidades que podem ser utilizados atá 20 vezes, é só colocar a mamadeira, chupeta ou até as conchas para amamentação e ligar o microondas. Não precisa ferver água, panela ou outra coisa. Para quem vai viajar e está na fase de papinhas ou mamadeiras é ótimo.

Luva para higiene bucal de bebês

Oral Care Rabbit da MAM. Enquanto que a gaze é mais trabalhosa para ajeitar nos dedos e rasga fácil, a fralda pode engasgar o bebê, a luvinha é bem macia mas de consistência firme e resistente, sem contar que distrai o bebê e deixa o momento mais divertido.

Talheres para papinha para bebês canhotos

Produto autoexplicativo, mas de uma grande importância, estimula a coordenação motora na fase de introdução alimentar

Externsores de body

Item obrigatório em todo enxoval. Aliado na hora em que as roupinhas ficam apertadas, por mais que o tamanho seja compatível com o tamanho do bebê, tem o volume que a fralda faz e aperta, deixando as roupinhas com uma vida útil menor. Os extensores alongam a roupinha em três tamanhos, um alívio para o nosso bolso.

Colher dosadora de papinha

Mais um item pra diminuir o peso e a quantidade de coisa que carregamos em cada saída de casa. É só apertar que a papinha sai na colher.

Copo Avent 360

Copo Philips Avent para bebês auxiliam na transição  para aprender a beber líquidos sem fazer aquela bagunça, possui uma válvula antivazamento que é ativada com a sucção, permitindo que o bebê tome o líquido pela borda, como em um copo de adultos.

Bom, acho que é isso, espero ter ajudado vocês com esses produtos que facilitam nossas vidas de mãe. Agora, me contem, qual produto vocês acham que é essencial e qual a experiencia de vocês com esses itens?

Todos esses produtos são vendidos na Loja Canto de Anjo. O endereço de lá é Rua Joaquim Nabuco, nº 2780, Bairro Olaria, ao lado do Hospital e Maternidade Regina Pacis. Os telefones de lá são: 69-3229-5086 e 69-9 9251-4369.

Leia mais...
error: Este conteúdo é protegido