fechar
WhatsApp Image 2017-05-30 at 15.14.23
Bangkok – Thailandia no templo do Buda de ouro

Oi mamães!! O post de hoje é super especial! É de uma mãe de dois bebês que ama viajar, isso mesmo! Eu aposto que esse tema é muito procurado por vocês, então pedi para a Érica nos ajudar nessa tarefa!! Ela sempre viaja com os filhos e já virou expert no assunto. Nós daqui de casa, ainda não tivemos essa experiência, mas nem por isso, vou deixar de dar esse help para as amigas né?

Então vamos lá:

“Eu e meu marido sempre amamos viajar e a chegada dos nossos babies não mudou isso, pelo contrário, queremos continuar sempre que possível levar os dois para conhecer os diversos lugares, culturas e pessoas que esse mundo tem. Minha primeira viagem para fora do Brasil com um bebê foi para Dubai e Abu Dhabi quando Valentina tinha 9 meses, depois fomos para o Chile ?? quando estava grávida (6 meses) do Matheus e Valentina tinha 1 ano e 3 meses, e na última fomos para Thailandia com Matheus com 5 meses e Valentina 2 anos.

Foram todas aventuras maravilhosas, claro que tivemos algumas dificuldades, mas nada que fosse impossível de resolver e afetasse nossa vontade de continuar viajando muito mais.

Abu Dhabi na grande mesquita

Se preparando para a viagem

Sempre é bom nos atentarmos para algumas coisas importantes viajado com filhos.

1- Assim que confirmar a compra da passagem a maioria das cias aéreas disponibiliza as primeiras cadeiras para famílias com bebês, mas é preciso ligar na cia aérea com antecedência e solicitar a marcação dos assentos. Eles também disponibilizam um berço (baby bassinet) para bebês com  até 11kg, é uma mão na roda porquê o bebe dorme super confortável.

2- Escolha se possível voos noturnos sem conexão ou com poucas, você e as crianças ficaram menos cansados assim;

3- Na escolha do hotel é importante perguntar se você poderá usar a cozinha ou se terá uma mini cozinha já no quarto e se eles disponibilizam berço;

4- Solicite o transfer do hotel para fazer o trajeto do aeroporto ao hotel, chegamos cansados da viagem de avião, e é muito melhor ter no aeroporto, um carro te esperando e se você avisar que está com bebê eles providenciam água, lenços úmidos e a cadeirinha para o bebê, na maioria das vezes;

5- Marque uma consulta com o pediatra antes da viagem, ele te dará uma lista com remédios que você deve levar em caso de necessidade (vomito, febre, diarreia, gripe etc…) Você deve levar a receita junto pois alguns países exigem;

6- Faça um excelente seguro saúde, gosto da Assist Card, pois eles têm planos no qual o médico vai até o seu hotel atender. Não confie em seguros do cartão de crédito, na maioria das vezes é super difícil para acionar, não economize nisso, é a saúde dos seus filhos, fora do Brasil pagar médicos particulares é muito mais caro

Dubai com o Burj Al Arab ao fundo

Fazendo as malas

7- Gosto de ser prática, é difícil sendo mãe, mas tente não levar muita coisa, algumas coisas como fraldas descartáveis, lata de leite, lenços umedecidos, papinhas prontas etc… Tem em todo lugar do mundo das mesmas marcas e até melhores do que tem aqui no Brasil, você não precisa levar muito desses itens.

8- Assim que chegar no destino veja um supermercado próximo e pronto, lá você vai achar tudo que encontraria aqui, acredite em mim.

9- Duas mudas de roupas por dia para as crianças, são suficientes. Na bagagem de mão leve as fraldas pra usar por dois dias por segurança, lenço, pomada para assadura, o que seu filho vai comer ou leite que vai mamar, e brinquedos para ajudar na distração durante o voo, sempre levo para minha filha maior, giz de cera e papel para pintar.

10- LEVE um carrinho guarda-chuva e um sling, leve os dois! Acredite, são sua salvação na hora da soneca.

No templo do gigante Buda deitado

 

Palácio Lá Moneda em Santiago

Durante voo

11- Já tive algumas experiências de voos bem longos SP-Dubai 15 horas direto, SP- Thailandia 22 horas (conexão em Abu Dhabi) pegue a dicas acima de voo noturno e o berço, eu amamento, então e mais prático porque o leite tá sempre pronto pra tomar,  e ajuda nos pousos e decolagens o bebe estar mamando para não irritar o ouvido (vale o mesmo pra mamadeira)

12- Ande pelo corredor do avião com seu bebê, ele vai detestar ficar parado no mesmo lugar e vai chorar, passeie muito mesmo, brinque com os outros passageiros e com a tripulação, todos amam um bebê que não está chorando.

Santiago vista de cima, passeio de teleférico

Programe seu roteiro

13- Não será sempre que você vai cumprir, mas é bom se programar, tenha em mente que você está com bebês pequenos, respeite as horas das sonecas e os deixe descansar, você deve ver a diferença de fuso para o país que você vai visitar e tente manter uma rotina semelhante à que você teria em casa, adaptada ao fuso do destino;

14- Hora do banho, hora da comida, hora da soneca… Seu bebe não ficará tão enjoado e você vai curtir mais a viagem. Tente na hora da soneca estar num local mais calmo, aí e só colocar o bebe no carrinho ou sling e pronto.

15- Se você tiver condições contrate um transfer para fazer seus passeios, ou alugue um carro pois é uma mega facilidade ter um carro como seu ponto de apoio deixando lá tudo o que você vai precisar em uma emergência.

Relógio de flores de Vina Del Mar, Chile

 

Visitando as vinícolas no interior do Chile com as cordilheiras dos Andes ao fundo

Alimentação dos bebês

16- Essa é uma das maiores dúvidas, mas é muito simples, para bebês que já comem sólidos, frutas e legumes né!? Isso tem em todo lugar do mundo, é só logo que chegar ao destino ir ao supermercado e comprar tudo o que seu filho habitualmente come, tem banana na Thailandia, tem manga rosa brasileira em Dubai, tem mamão no Chile… E digo mais, as frutas fora do Brasil são ainda mais bonitas e saborosas

17- Refeições como almoço e jantar peça um peixe ou carne com legumes bem cozidos nos restaurantes, amasse e voilà uma papinha deliciosa e fresca para seu babie. Não precisa dar uma de mamãe neurótica e estocar papinha na mala não. Relaxe, quando tiver fome seu bebe vai comer, e o melhor vai experimentar alimentos diferentes (minha filha ama damasco fresco, carne de carneiro graças a viagens).

Bom, as principais dicas são essas. Vale dizer que eu também sempre viajo com meus sogros que nos ajudam muito com as crianças, mas é claro que podem haver momentos de choro, sono e irritação, mas tudo isso acontece em casa também!  Mantenha a calma e tranquilidade, tenha em mente que viajando eles vão se distrair mais com tudo novo a sua volta e acabam se saindo muito melhor do que imaginamos, todo mundo gosta de passear, até os babies. Um beijo, Erica!”

Nossa! Esse post vale ouro hein? Partiu fazer as malas e viajar com as crianças!! Agora, olha só as fotos maravilhosas que ela coleciona:

Dubai no Burj Khalifa prédio mais alto do mundo

 

Com o Buda de ouro que pesa 3,5 toneladas de ouro maciço

 

Em Ching Mai no interior norte da Thailandia, fronteira com Myanmar e Laos

 

Na tribo das mulheres girafas no interior da Thailandia

 

Na famosa Maya Bay (do filme a Praia) em Ko Phi Phi lee, Thailandia

 

Novamente em Dubai agora com Matheus e Valentina

Erica Vairich é mãe de dois babies, Valentina de 2 anos e 6 meses e Matheus de 9 meses. Ela participou da coluna Relato de Mãe aqui no Blog!! Muito obrigada Erica!

Se você também quiser deixar seu relato aqui no blog, eu vou amar muuuuito! E aposto que outras mães também!!! Só mandar um e-mail ou me chamar em alguma rede social que a gente conversa e você participa também, afinal mães que se ajudam, são mais desenroladas, não é?

Beijo Beijo 

Tags : blog maternidadeDica de Viagemviajando com filhos

Deixe uma Resposta

vinte + 1 =

error: Este conteúdo é protegido